Conceito de Super-herói

Super-heroiO super-herói é um personagem que pertence ao mundo da ficção. Faz parte das histórias em quadrinho e da ciência ficção, além disso, suas aventuras são levadas ao cinema e à televisão.

O super-herói é um personagem que vive uma série de peripécias, marcadas por diversos contextos históricos, preferentemente pela ação do mundo atual.

Uma qualidade que o diferencia

Sua principal característica consiste em ter algum poder superior, ou seja, uma capacidade acima do normal em algum sentido (alguns voam, outros têm uma imensa força ou um poder diferenciado). A habilidade extraordinária que possuem, geralmente, é uma origem especial (a mutação genética é o seu fenômeno mais comum como em Spiderman ou Wolverine, embora as causas que explicam sua capacidade sobre-humana sejam muito diferentes).

Embora a grande maioria dos super-heróis surgisse nos Estados Unidos dentro das histórias em quadrinhos na década de 1930 (por exemplo, Superman e Batman) existem precedentes históricos: os heróis da mitologia, os grandes guerreiros, os atletas olímpicos da Grécia Antiga, as sagas nórdicas e alguns personagens literários do século XIX e XX como Sandokan, Zorro, Ivanhoé e muitos outros.

O super-herói é um personagem que atrai especialmente as crianças porque é um sujeito corajoso, audaz e valente que supera todo tipo de perigo, além de ter um figurino atrativo que chama a atenção.

Um arquétipo de super-herói

Cada super-herói tem sua própria história pessoal, ou seja, um poder especial e um inimigo perigoso. Entretanto, existem traços comuns na maioria dos casos, onde é possível ter um retrato geral destes personagens da ficção.

A maioria são homens jovens e fortes (a Mulher Maravilha é uma das poucas mulheres). Além das suas condições excepcionais, eles têm o profundo sentido do dever e da responsabilidade. Na verdade, quase todos lutam contra o mal ou a injustiça do mundo. Um aspecto curioso do super-herói é o fato de apresentar sempre alguma fragilidade, um ponto fraco (eles têm dúvidas, são mulherengos, se sentem sozinhos ou incompreendidos). Suas fraquezas humanas os tornam como um sujeito comum. Em outras palavras, é alguém que está acima dos demais e ao mesmo tempo não deixa de ser um ser humano como qualquer outro.

A questão da sua identidade é bastante curiosa. Em geral, o super-herói leva uma vida dupla: a de indivíduo normal e sua dimensão como lutador contra a injustiça.

A mensagem das histórias

É evidente que a aventura, a ciência ficção e a personalidade do super-herói são os elementos principais de suas histórias. Apesar disso, por trás da narração sempre há uma mensagem ética indiscutível: o mal existe e deve ser combatido. No confronto entre o bem o mal, o bem sai vitorioso pela intervenção do super-herói.

Nas histórias destes heróis lembramos que temos dois caminhos de vida: o do bem e do mal. O primeiro é um caminho duro e difícil, mas que vale a pena. Já a trilha do mal pode ser atrativa em algum sentido, mas é uma escolha errada que merece punição (o super-herói é um justiceiro que destrói o mal do mundo).

Foto: iStock - franckreporter

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Super-herói. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/super-heroi >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Super-herói