Conceito de Sífilis

A sífilis é uma doença infecciosa ocasionada por uma espiroqueta: o Treponema pallidum. Esta é uma doença conhecida desde a antiguidade que causou grandes estragos nos últimos séculos.

A transmissão da sífilis é por meio de contato sexual. Uma vez adquirida se transforma em uma infecção crônica característica que apresenta fases de atividade separadas por períodos de latência.

Sífilis primária

No primeiro contato com o treponema se desenvolve a infecção aparecendo seus primeiros sintomas aproximadamente em 4 semanas de contágio. Sua primeira manifestação pode ser uma única lesão denominada úlcera: dura e não dolorida conhecida como cancro.

Sífilis secundária

A segunda fase da sífilis pode ocasionar sintomas generalizados que cobrem a pele, as mucosas e os gânglios linfáticos. Nesta fase pode apresentar sintomas como mal-estar geral, febre prolongada e perda de peso.

A principal manifestação da sífilis secundária é o aparecimento de uma erupção de cor rosada ou avermelhada, acompanhada de lesões elevadas que podem formar úlceras ou erosões com pus. A sífilis secundária afeta também o couro cabeludo, a barba e o bigode, produzindo queda de cabelo.

Sífilis tardia

Caso atinja o sistema nervoso, a sífilis pode causar quadro semelhante à meningite, um AVC (Acidente Vascular Cerebral) lento e progressivo, como também paralisia geral afetando áreas externas do cérebro. É um quadro conhecido desde a antiguidade chamado de Tabes dorsalis caracterizada por transtornos da marcha, perda dos reflexos, perda da sensibilidade e alterações das pupilas.

A artéria aorta é um lugar frequente de lesões tardias da sífilis, é um vaso sanguíneo em que os treponemas atacam a camada interna ocasionando uma dilatação conhecida como aneurisma.

Finalmente, a pele e os tecidos moles podem ser afetados pela presença de lesões nodulares conhecidas como gomas.

Uma mulher infectada por sífilis é capaz de transmitir a doença ao feto através da placenta, isso ocorre a partir do quarto mês de gravidez e pode ocasionar a morte do feto no útero como o desenvolvimento de uma série de malformações congênitas.

Diagnóstico e tratamento

No geral, o diagnóstico é confirmado através do teste de laboratório chamado de VDRL; como este teste não é específico para esta doença ele pode dar positivo em outras condições. Em caso de positivo é solicitado o teste para confirmação conhecido como FTA-ABS, ambos são realizados em uma amostra de sangue.

A melhor estratégia para o combate da sífilis é a prevenção baseada em métodos de barreira como o uso de preservativos, assim como evitar o contato sexual com pessoas infectadas ou de alto risco como homossexuais, bissexuais, prostitutas e pessoas promíscuas.

Foto: iStock - Adam88xx

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Sífilis. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/sifilis >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Sífilis