Conceito de Séquito

SequitoO séquito é um grupo de indivíduos que realiza uma atividade de acompanhamento a uma pessoa de grande relevância. Assim, esta palavra indica que entre o grupo de seguidores e a personalidade destacada existe um tipo de relação ou vínculo. Não há um único modelo de relação, mas pode haver diversas variantes.

O termo aqui analisado apresenta uma série de palavras sinônimas: cortejo, escolta, comitiva, corte, entre outras. Todas elas têm um significado similar embora não idêntico.

Sobre a postura da lealdade

Como ideia geral, qualquer séquito deve cumprir uma característica: a lealdade ao superior. Esta lealdade ou fidelidade pode ser de caráter profissional, mas não necessariamente. Na verdade, em certas ocasiões, o grupo age de maneira voluntária e desinteressada.

Vale a pena lembrar que muitas vezes este conceito é utilizado de forma depreciativa, uma vez que os membros que fazem parte de um séquito geralmente são subordinados que acatam ordens. Isso nos leva a uma ideia de submissão e inclusive escravidão.

Tipos de séquito

O mais popular está relacionado aos personagens famosos, costumam vir acompanhados de uma série de trabalhadores a seu serviço. Alguns personagens ilustres possuem diversos profissionais em seu séquito (um representante, assistentes, guarda-costas, motorista particular, treinador pessoal, etc.) Algo parecido ocorre com os magnatas, mafiosos, mandatários, entre outros.

Em alguns casamentos religiosos os noivos vão acompanhados de um séquito nupcial, ou seja, várias pessoas participam do enlace matrimonial na igreja (os pais dos noivos, os padrinhos, madrinhas, damas de honra, etc.).

A origem do termo

Do ponto de vista etimológico, a palavra séquito provém do latim “sequi” que significa seguir. Em termos históricos, o séquito era um grupo de guerreiros que fazia parte dos povos germânicos durante o período do Império Romano e que serviam a um líder. Entre o chefe e o grupo havia uma relação de dependência mútua: o chefe mantinha seus seguidores e eles o protegiam.

Algo muito parecido acontecia em outras áreas (como na Península Ibérica) que praticava a devotio: a união de um grupo a um mandatário com o objetivo de sua proteção. Este tipo de vínculo foi evoluindo com o passar do tempo e na Idade Média se tornou uma vassalagem (o vassalo é um subordinado que serve a um rei). Considera-se que o séquito, a vassalagem e a devotio são formas de organização que originaram o feudalismo.

Foto: vitranc I iStock

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Séquito. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/sequito >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Séquito