Conceito de Sensualidade

SensualidadeA sensualidade é uma qualidade humana relacionada aos sentidos. Através da visão, da audição, do olfato, do tato e do paladar podemos perceber a realidade ao nosso redor. Este processo permite ativar a percepção sensorial de certos fenômenos. Entretanto, apenas desperta a sensualidade em relação a algumas experiências.

O importante papel dos sentidos

Embora o sentido da visão tenha um papel fundamental, os outros sentidos também são ativados com intensidade. Considera-se que algo é sensual quando desperta o interesse de alguém de forma especial e intensa. Muitas vezes o sensual está associado ao erotismo e à sexualidade, pois certos estímulos provocam desejo e atração.

O sensual se opõe ao usual e ao vulgar, além de ter um ingrediente misterioso. Enquanto o erotismo possui componentes abertamente sensuais, o mesmo não acontece com a pornografia que tem a sexualidade explícita e sem nenhuma magia. Do ponto de vista cultural, o erotismo é valorizado em sua dimensão estética e a pornografia não tem a mesma consideração.

Extensão e presença nas artes e na cultura

A sexualidade não é a única área da sensualidade. De fato, a literatura, a pintura, a gastronomia e a dança também possuem elementos sensuais. O prazer que se sente é sutil, difícil de descrever e muito subjetivo. A sensualidade possui um ingrediente cultural e não é uma questão de caráter instintivo.

São muitos os elementos que tornam algo sensual: alguns movimentos, certas formas, uma atmosfera envolvente, uma música de fundo, um perfume, etc. De qualquer forma, a moda tem um protagonismo relevante na hora de valorizar um aspecto como sensual.

A sensualidade na mulher

O universo masculino tem seus ingredientes sensuais, mas é no mundo feminino que tradicionalmente está vinculada esta qualidade.

A beleza da mulher tem sido descrita por poetas, eles tentam expressar todos os aspectos próprios da sensualidade.

Quando se afirma que uma mulher é muito sensual não significa que necessariamente está falando de sua beleza, mas de uma série de pequenos detalhes que a tornam sedutora. Uma piscada, um tom de voz, uma maneira de caminhar, um movimento dos cabelos, são clássicos exemplos da sensualidade feminina. A mais linda e mais sexy nem sempre é a mais sensual. Esta condição está relacionada a seu estilo e elegância.

A lista de personagens históricas sensuais é muito vasta: Cleópatra; Mata Hari, a personagem de Gilda interpretada por Rita Hayworth; Caroline Otero; Eva Perón; Lady Godiva; entre outras.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Sensualidade. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/sensualidade >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Sensualidade