Conceito de Selo

SeloA palavra selo provém do latim sigillum e apresenta vários significados diferenciados, embora todos eles tenham algo em comum.

Uma identificação para o envio de mensagens

O selo é uma certificação oficial utilizada para o envio de correspondências. Embora atualmente o envio de cartas esteja em desuso (e que pode ser comprado em qualquer correio) é necessário ser colado na extremidade direita do envelope.
Quanto mais longe o destino da carta, maior será o valor do selo. Normalmente, cada país realiza uma emissão de maneira periódica com alguma imagem (o perfil de um mandatário ou de algum personagem ilustre costuma ser muito característico). A paixão por colecionar selos é conhecida como filatelia.

O selo postal como é conhecido na atualidade teve seu início no século XIX na Grã Bretanha e rapidamente foi adaptado ao sistema postal do mundo inteiro. Em relação à filatelia, vale a pena lembrar que este termo foi inventado há pouco tempo do surgimento dos selos e está formado por duas palavras gregas: philos, que significa amor ou amigo; e ateles, que quer dizer sem gastos (porque o receptor da carta não tem que pagar nada, pois o valor do selo já cobre os gastos do envio).

Selos institucionais e de produtos

O conceito selo também está presente na certificação oficial de uma instituição. Certos documentos necessitam apresentar uma garantia de autenticidade e para isso é imprescindível que venham acompanhados do selo correspondente. Neste caso também são chamados de chancela.

Para certificar que um produto é autêntico e tem um nível de qualidade diferenciado, também se utiliza algum tipo de selo. Desta maneira, consegue-se comunicar que o produto em questão não é uma falsificação.

Antigamente usava-se um sinal ou selo nos documentos para representar a autenticidade de um indivíduo (conhecido como selo lacrado). Esta marca costumava vir acompanhada de uma assinatura e representava o titular do documento, assim como era uma prática habitual entre os nobres. Na atualidade apenas é utilizada de maneira excepcional, por exemplo, para personalizar um convite.

Ter um selo pessoal

Num sentido figurado, costuma-se dizer que quando uma pessoa tem um selo pessoal possui uma característica particular em algum aspecto. Assim, um sujeito tem um selo de elegância quando é evidente que possui essa característica. Esta expressão é usada habitualmente para dar ênfase a um elemento de distinção, mas que em certas ocasiões pode ser o contrário, por exemplo, um selo de vulgaridade.

Foto: iStock - Squaredpixels

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Selo