Conceito de Salmo

SalmoDo ponto de vista etimológico, a palavra salmo provém do termo hebreu hizmór que significa cantar ou tocar um instrumento musical. Este significado evoluiu e com o tempo tornou-se uma canção de adoração a Deus. Assim, na tradição religiosa judaica e cristã, o salmo é uma maneira poética de cantar e louvar a Deus de diferentes maneiras (mostrando devoção, gratidão, expressar a necessidade de cumprir a lei divina, com um sentido histórico, profético, etc.).

A dimensão do salmo pode ser muito maior: é um ato público de adoração relacionada à liturgia (participação de um grupo de crentes), ao mesmo tempo, trata-se de um ato individual onde cada pessoa se comunica com Deus de maneira íntima.

Compartilhado pelo judaísmo e cristianismo

No antigo testamento, a religião judaica e cristã compartilham elementos comuns e apenas um deles é o conjunto de salmos, um total de 150, sendo o saltério o livro onde são recopiados. Alguns historiadores recordam que outras civilizações da antiguidade anteriores à tradição judaica e cristã já se comunicavam com seus deuses através de cânticos.

Os salmos não tem autor

Não existe um autor concreto dos salmos, mas se trata de um elemento da cultura popular (embora não se pode esquecer que Salomão, David ou Moisés foram alguns dos inspiradores destes cantos). Além da sua intenção de louvar acrescentam uma orientação educacional, uma vez que pretendem educar o povo em valores religiosos e fortalecer a fé. Neste sentido, estes hinos de louvor servem também para unir, dar identidade e sentido de pertence ao grupo.

Uma reflexão sobre o sentido dos salmos

Os religiosos têm a necessidade de comunicar-se com Deus de uma forma bem simples e direta. Falar com um ser supremo não é uma tarefa fácil, por isso que o salmo é a forma adequada do ser humano conectar-se com o Todo Poderoso. Desta forma, o salmo atua como uma oração cantada que cumpre uma função comunicativa.

O salmo tem uma função de aviso, ou seja, o crente tem em mente que acima de todas as outras considerações, o amor de Deus é o guia essencial de sua existência.

O salmo, também, tem um efeito apaziguador e tranquilizador. De fato, o próprio Jesus Cristo recorreu aos salmos em algumas situações difíceis para encontrar um apoio.

Por último, o salmo tem uma mensagem de otimismo e de esperança porque está dirigido a Deus, que vigia e cuida dos homens em todos os momentos.

Foto: iStock - Pattie Calfy

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Salmo. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/salmo >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Salmo