Conceito de Sabbat

Dia sagrado e de celebração para a comunidade judaica que se manifesta não trabalhando e rezando

O conceito a ser tratado neste artigo é de extrema importância para a religião judaica, uma vez que o Sabbat ou Shabart (como também pode ser chamado) é um dia sagrado para os judeus que se refere ao sétimo dia da semana. Neste dia é totalmente proibida a realização de qualquer tipo de trabalho para os judeus ortodoxos e praticantes, assim, o mais importante é rezar e dedicar o dia a Deus, pois esta é a maneira mais simples de entrar em contato com o Supremo.

Parar um pouco para descansar do trabalho é muito importante na vida das pessoas, esse é um mandamento que deve ser obedecido sem exceções.

Enriquecer a espiritualidade em Sabbat

No entanto, certas atividades como a leitura e a conversa estão permitidas e são promovidas porque a principal missão desse dia é o enriquecimento do espírito.

Faz parte dos Dez Mandamentos

Sua celebração foi instituída há muito tempo, no início da religião quando Moisés recebeu a indicação e a observação por parte de Deus no Monte Sinai através dos Dez Mandamentos.

Rituais e costumes

Existem certos rituais e costumes que se instalaram ao longo do tempo. Hoje em dia é comum preparar a mesa de Sabbat com a famosa taça kidush de vinho e benzê-la no momento da refeição. É comum também recitar o kidush com uma taça de vinho na cor prata. Uma vez oficializado o kidush, bebe-se o vinho e compartilha com os demais participantes da mesa.

Além disso, durante a recitação o pão é coberto com um pano e a mesa é enfeitada com velas que devem ficar acesas.

Devemos destacar que a celebração do Sabbat tem início no entardecer da sexta-feira e termina no sábado à noite. É a mais respeitada desta comunidade religiosa que durante séculos sempre a promoveu como obrigação entre seus descendentes e como compromisso pontual e espiritual a Deus.

Imagem: iStock, chameleonseye

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Sabbat