Conceito de Reagir

ReagirDiante de um estímulo externo pode haver uma resposta interna, ou seja, diante de um fator externo pode acontecer uma reação por parte do sujeito, assim, sempre há uma resposta para um efeito. Isso significa que existem respostas pessoais: as reações têm um significado completo quando compreendidas através do estímulo provocado.

Isso quer dizer que a pessoa é vítima dos fatores externos e que não tem liberdade interna para agir de um modo ou de outro através da reflexão pessoal? O certo é que não. O ser humano, por ser livre, tem a capacidade de refletir sobre como prefere reagir diante de qualquer acontecimento.

Ações voluntárias e involuntárias

Por exemplo, em uma discussão de casal, a pessoa tem a liberdade de interromper o diálogo a qualquer momento e fazer uma pausa para refletir. Entretanto, existem alguns estímulos que provocam uma resposta mais instintiva e primária. São aqueles estímulos que podem colocar em risco a própria sobrevivência e o sujeito dar uma resposta de autodefesa. Exemplificando, qualquer pessoa tira a mão do fogo para não queimar-se. Existem reações que estão vinculadas aos reflexos pessoais e ajudam a dar uma resposta adequada no momento. Porém os reflexos falham, assim, uma pessoa pode tropeçar e cair no chão sem querer.

Estímulos involuntários

Existem também outros estímulos que são involuntários. Por exemplo, as pupilas de uma pessoa se dilatam em um contexto de escuridão.

No terreno do amor

Do ponto de vista do amor, existem também reações que são involuntárias, uma vez que o amor não é um fato cem por cento voluntário. Quando uma pessoa começa a se iludir sente borboletas no estômago ou, ainda, seus olhos ficam com um brilho especial simplesmente ao olhar a outra pessoa.

Um mundo em constante situação de mudança

O dinamismo se mostra na essência da vida marcada pela mudança. Então, o ser humano reage constantemente diante de mudanças para poder adaptar-se a uma nova situação através de um plano de ação concreto. Por exemplo, o homem reage após a morte de um ser querido para fazer o processo de duelo e aceitar o fato doloroso. Entretanto, neste caso, existem outras formas de responder a uma situação como esta porque cada ser humano é diferente do outro, ou seja, único e exclusivo.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Reagir. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/reagir >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Reagir