Conceito de Quimioterapia

A Quimioterapia é um tratamento utilizado em pessoas com câncer. Consiste na aplicação de um ou vários medicamentos por via intravenosa em forma de ciclos. Em algumas pessoas são usados medicamentos em forma de comprimidos tomados por via oral, injetados de forma intramuscular ou colocados diretamente no órgão afetado.

Em quais casos se usa a Quimioterapia?

A quimioterapia tem como finalidade destruir as células cancerígenas, entretanto, neste processo, também são destruídas as células normais do organismo por onde este tratamento é acompanhado por uma grande quantidade de efeitos secundários.

A quimioterapia pode ser usada como tratamento único aplicado para curar vários tipos de tumores, em alguns casos acompanham outros tratamentos oncológicos como a terapia inicial para diminuir o tamanho de um tumor com a finalidade de poder realizar uma cirurgia de extração. Em outros casos, a quimioterapia é aplicada após a cirurgia para eliminar qualquer célula tumoral que possa disseminá-la. Também é indicada para controlar um tumor que não pode ser eliminado. Em alguns pacientes, a quimioterapia vem acompanhada da aplicação de radiações, tratamento conhecido como radioterapia.

A Quimioterapia causa uma série de efeitos secundários

A quimioterapia está dirigida para atacar as células malignas, entretanto, é capaz também de ocasionar efeitos nas células normais afetando seu funcionamento. Isso é mais evidente nas células que são trocadas com frequência como as células da pele, as mucosas e o sangue, levando ao surgimento de uma série de sintomas que incluem cansaço, fraqueza, tendência a infecções e sangramentos, lesões na boca e na garganta, náuseas, vômito, diarreia, inapetência, perda de peso e queda de cabelo.

Nem todos os medicamentos da quimioterapia causam os mesmos efeitos secundários, estes variam segundo a forma de atuação de cada fármaco. Igualmente, nem todas as pessoas reagem da mesma maneira, algumas são capazes de continuar com suas atividades rotineiras enquanto outras necessitam de descanso.

É possível levar uma vida normal enquanto se encontra em Quimioterapia?

A capacidade de continuar trabalhando, estudando ou fazendo suas atividades habituais depende de muitos fatores, especialmente do tipo de câncer presente, dos medicamentos utilizados, assim como das condições físicas de cada pessoa.

Durante as 48 horas seguintes à aplicação da quimioterapia, o sistema de defesa costuma ficar deprimido, assim, é recomendável permanecer em casa e evitar a exposição de possíveis fontes de contágio de doenças infecciosas como ocorre com os escritórios, colégios ou lugares concorridos.

Foto: iStock - Christopher Futcher

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Quimioterapia