Conceito de Preguiça

PreguicaA preguiça é a negligência, a falta de vontade ou de disposição na hora da realização de determinadas tarefas, atividades, ações ou movimentos. Neste sentido, a preguiça está normalmente associada a conceitos de: folga, ociosidade, vagabundice, entre outros.

Tradicionalmente as pessoas que se negam a fazer alguma atividade, deveriam realizá-la porque as circunstâncias exigem, como é o caso, por exemplo, de uma pessoa que se nega a trabalhar é conhecida popularmente como vagabunda. As razões pelas quais um indivíduo se nega a realizar uma atividade como a de trabalhar, pode implicar em várias circunstâncias: má alimentação, doença ou simplesmente porque consideram que a atividade em questão não lhes traz um benefício, e assim, especialmente neste último caso podemos enquadrar a preguiça.

Entre as causas mais comuns das pessoas que não se envolvem em um trabalho ou atividade e que não apresentam doenças ou desnutrição, estão as seguintes: ausência de benefício em relação ao esforço investido, falta de reconhecimento no trabalho realizado, falta de preparo para realizar uma tarefa, ausência de motivação, rotina trabalhista, não reconhecimento dos talentos, tarefa desagradável que causa algum transtorno físico ou mental, dores de cabeça, de coluna, entre outros. Outro uso recorrente da palavra preguiça se refere ao descuido ou atraso nas ações.

Entretanto, no caso da Religião Cristã, a preguiça é considerada um dos sete pecados capitais, junto com a gula, a luxúria, a inveja, a raiva, o orgulho e a avareza. A doutrina católica entende a preguiça como uma tristeza de ânimo que separa os crentes das obrigações espirituais como resultado dos obstáculos apresentados. Vale destacar que são chamadas de obrigações espirituais a tudo prescrito por Deus para a conquista da vida eterna prometida.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Preguiça