Conceito » Petróleo

Conceito de Petróleo




PetroleoTrata-se de um recurso natural não renovável e é a principal fonte de energia dos países desenvolvidos. O petróleo é fruto da transformação da matéria orgânica que provém diretamente de zooplâncton e algas (isto é, material fóssil de origem orgânica) que, uma vez depositados nos fundos dos mares ou zonas lacustres, foram enterrados literalmente (com o passar de milhares de anos) por pesadas camadas de sedimento. Então, em sucessivas etapas é produzida uma transformação (que pode acontecer pelo calor e pela pressão) desde o betume até os hidrocarbonetos que sobem até a superfície (pois por serem líquidos ou gasosos são mais leves e de menor densidade) graças aos poros das rochas sedimentares. Quando algumas circunstâncias impedem de surgir até a superfície, é quando começam a gerar os campos de petróleo.

Nem todo o petróleo é igual em todas as partes e em todos os campos onde se localizam. Podem variar em sua cor, densidade, viscosidade, capacidade calorífica, etc. dependendo das diferentes proporções de hidrocarbonetos que contenham. Assim mesmo, a natureza do material orgânico que lhe deu origem é um fator que gera diferenças nas características finais do produto, uma vez que a proporção de matéria vegetal ou animal está associado com diferenças nas condições físicas e químicas do petróleo.

Como é extraído? Primeiro, exige-se uma perfuração sobre a jazida. Se a pressão dos fluídos é suficiente, o petróleo fluirá naturalmente do poço e, por meio da conexão dos oleodutos, é enviado para seu tratamento primário. No entanto, ao contrário, se a pressão do reservatório diminuir, será necessário usar outros métodos para a extração como bombas, injeções de água ou de gás. Esta necessidade encarece o preço final do produto e de seus derivados em uma proporção variável que se modifica em função da qualidade do petróleo e da magnitude da reserva da própria jazida.

Aproximadamente há uns 6.000 anos atrás na Síria e na Babilônia, o petróleo surgiu naturalmente e era utilizado nesses lugares para colar os tijolos e as pedras em diferentes construções, como também em usos medicinais e na construção de antigas embarcações.

No Egito Antigo foi utilizado para untar peles, na Idade Média exclusivamente para fins curativos e em algumas tribos pré-colombianas chegaram a pintar esculturas. Como pode ser observado, o "óleo da rocha" formou parte das mais variadas áreas em culturas completamente distantes e independentes, quase como um anúncio da importância que surgiria para a utilização do petróleo na moderna civilização global.

Foi no século XVIII que os trabalhos realizados por G.A. Hirn relacionaram o petróleo com usos similares aos que podemos dar hoje. Essa foi a semente germinal, pois Hirn, graças a diferentes tipos de refinados, conseguiu-se obter diferentes derivados que começaram a ser utilizados na lubrificação de máquinas. A notável heterogeneidade na composição do petróleo tem facilitado, de fato, seu uso em diversos âmbitos relacionados com as máquinas.

No século XIX também começou a ser utilizado na iluminação e foi em 1.859 quando Edwuin Drake realizou a primeira perfuração de um poço no estado norte americano da Pensilvânia.

Daí em diante a história conhecida foi que com o surgimento do motor em explosão, abriu-se um novo panorama para a utilização do petróleo, fundamentalmente com um de seus derivados: a gasolina.

>> Próximo - Que Conceito >>


Este artigo vale a pena? Por favor nos ajude a divulga-lo curtindo ou compartilhando :)