Conceito de Personalidade

PersonalidadeA personalidade é o conjunto de características físicas, genéticas e sociais que reúne um indivíduo, e que o fazem diferente e único em relação ao restante dos indivíduos. No entanto, a inter-relação e a comunhão de todas estas características, geralmente estáveis, são as que determinarão a conduta e o comportamento de uma pessoa e porque não também, de acordo com a estabilidade das mesmas, prever a resposta que pode dar a um indivíduo que conhecemos diante de uma determinada circunstância ou estímulo.

A personalidade está composta por dois elementos: temperamento e caráter; um tem uma origem genética e o outro de tipo social, quer dizer, será determinado pelo ambiente que vive o indivíduo, respectivamente. Por exemplo, quando uma pessoa reage e age duramente diante do fracasso de algo ou de alguém que o rodeia, costuma-se dizer que tem um temperamento forte, seria algo como o grau de carga emocional colocado nas situações que, no caso, pode ser forte ou fraco. E por outro lado, o caráter indica o modo como atuamos, expressamos e pensamos.

Os psicólogos, como sempre, prestam atenção especial à personalidade e tem sido objeto de seu estudo principalmente a partir e durante todo o século XX e é eficaz através de três modelos: o clínico, o correlacional e experimental. O primeiro enfatiza no estudo a profundidade do indivíduo, o correlacional aborda mais do que nada em encontrar diferenças individuais a partir da realização de pesquisas sobre grandes amostras populacionais e, finalmente, o experimental, que estabelece relações de causa e efeito através da manipulação de certas variáveis.

Definidos adequadamente pelo psicólogo Carl Gustav Jung na formulação de sua teoria de personalidade existem dois tipos psicológicos básicos: a introversão e a extroversão. E embora um indivíduo não seja absolutamente introvertido, nem o outro seja totalmente extrovertido, as personalidades das pessoas costumam estar mais ou menos influenciadas por um ou por outro.

A partir de diferentes atividades, sejam perguntas ou exercícios práticos (através do desenho, da música ou de uma exposição de problemas) pode-se prever ou determinar como vai atuar uma pessoa diante de determinadas situações, sejam elas conflitantes ou não.

Testes semelhantes também utilizam os chamados "orientadores vocacionais" que, a partir de uma série de propostas onde a pessoa em estudo deve escolher qual prefere ou define melhor seus interesses ou projetos, pode determinar a orientação para um certo campo de estudo ou ramo artístico. Estes testes são muito frequentes e realizados pelos jovens, nos últimos anos, do ensino médio como uma maneira de encontrar ou esclarecer dúvidas sobre o seu futuro trabalhista ou acadêmico, por exemplo, antes de entrar em uma Universidade.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Personalidade