Conceito de Peritonite

A peritonite é uma inflamação do peritônio, membrana que reveste a cavidade abdominal e dos órgãos que se encontram ali. Trata-se de uma condição de saúde muito grave que pode colocar a vida em risco.

Por que ocorre a peritonite?

A principal causa da peritonite é a ruptura da membrana peritoneal através da passagem de bactérias do tubo digestivo para a cavidade peritoneal. Isso pode acontecer diante das seguintes circunstâncias:

- Apendicite com perfuração do apêndice;

- Colecistite com perfuração da vesícula biliar;

- Penetração de uma ulcera gástrica com perfuração da parede do estômago;

- Perfuração de um divertículo no cólon;

- Perfuração da parede de uma víscera por infiltração de um tumor cancerígeno;

- Lesões do pâncreas;

- Feridas com bordas afiadas, cortantes ou penetrantes;

- Complicação pelo uso de cateter para diálise peritoneal ou equipamentos de gastrotomia;

- Complicação cirúrgica ou procedimento como a liposucção ou a curetagem uterina.

Também é possível que a peritonite ocorra de forma espontânea, neste caso, a infecção acontece sem que haja perfuração ou lesão direta do peritônio. É comum em pessoas que sofrem de cirrose ou de doenças hepáticas quando há um acúmulo de líquido no abdome conhecido como ascite.

Sintomas da peritonite

A peritonite vem sempre acompanhada de dor intensa na região do abdome. Esta dor aumenta com os movimentos como também pela respiração profunda e a tosse, por isso, as pessoas com essa inflamação costumam permanecer muito quietas. A dor vem acompanhada de febre, mal-estar, náuseas, vômitos e distensão abdominal (abdome endurecido).

Estes sintomas geralmente são precedidos pelos incômodos próprios da doença em si que se complica com a infecção peritoneal, como no caso da dor abdominal, das cólicas, da ardência no estômago, prisão de ventre, náuseas, vômitos ou perda de peso.

A peritonite é uma condição séria

Uma vez que as bactérias colonizam o peritônio são capazes de migrar para a corrente sanguínea ocasionando uma infecção generalizada conhecida como sepsia ou septicemia.

Geralmente, todo paciente com peritonite precisa de uma cirurgia de emergência para abrir a cavidade e o peritônio em busca da causa da infecção. Em seguida a pessoa passa por um tratamento a base de antibióticos, dieta e alimentação parenteral, ou seja, por via intravenosa, por vários dias.

Muitas vezes os pacientes conseguem sobreviver e recuperar-se, podendo apresentar no futuro áreas de fibrose ou aderências que causam alguns incômodos. Em alguns casos, a infecção não consegue ser controlada e o paciente pode falecer, especialmente no caso de pessoas que apresentam lesões malignas e um sistema imune debilitado.

Imagem: iStock, posteriori

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Peritonite