Conceito de Pé de Atleta

Pe-de-AtletaO Pé de Atleta, também conhecido como frieira, é uma infecção produzida nos pés causada por um fungo denominado Tinea Pedis. Ele recebe esse nome por ser muito comum em esportistas.

Esta doença de pele comum é muito contagiosa e atinge a camada de queratina da pele e das unhas por fungos dermatófitos. Eles são adquiridos ao caminhar descalço em lugares públicos por onde existem áreas úmidas contaminadas, como é o caso dos vestiários de academias, clubes e outras instalações esportivas. Também pode ocorrer ao usar um sapato contaminado.

Uma vez adquirido este fundo vê favorecido seu crescimento por condições como o uso de calçado apertado, umidade dos pés, suor em excesso, pouca ventilação dos pés e má higiene.

Existem fatores capazes à predisposição do desenvolvimento do pé de atleta, como é o caso da diabete, dos transtornos circulatórios periféricos especialmente arteriais como os que ocorrem nos fumantes, assim como nos transtornos que afetam o funcionamento do sistema imunológico como é o caso da infecção pelo vírus de imunodeficiência humana (HIV).

As lesões do pé de atleta se caracterizam pela vermelhidão da pele acompanhada de descamação e do surgimento de rachaduras. Estas lesões têm a particularidade de vir acompanhada de coceira, dor e mau cheiro.

A parte do pé afetada com mais frequência são os espaços entre os dedos, especialmente o espaço entre o quarto e o quinto dedo. Também pode manifestar-se nas partes mais secas e descamadas da planta do pé e das beiradas do calcanhar.

Em certas ocasiões, as rachaduras podem ocasionar lesões por onde entram outros microrganismos como as bactérias de tipo estreptococo e que dão origem a complicações como a celulite.

O pé de atleta responde bem ao tratamento médico, para isso, costuma-se usar cremes antimicóticos que devem ser aplicados de uma a duas vezes por dia sobre a área afetada até o desaparecimento das lesões. Quando a resposta ao tratamento não for adequada ou até mesmo quando atingir as unhas, é recomendável empregar o tratamento por via oral.

Esta doença de pele pode ser prevenida quando se evita caminhar ou permanecer descalço em vestiários ou banheiros públicos, além disso, é recomendável usar um calçado apropriado, não muito apertado e meias que absorvam a umidade como as elaboradas com fibra de algodão. Os pés devem ser mantidos secos, para isso, recomenda-se secá-los bem após o banho especialmente nos espaços entre os dedos, trocar as meias quando estão úmidas e usar talcos medicinais sobefeito antimicótico que podem ser aplicados diretamente nos pés e dentro do calçado.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Pé de Atleta