Conceito de Orquestra Filarmônica

Orquestra-FilarmonicaEm sua origem histórica, a orquestra filarmônica era uma associação musical formada por apaixonados pela música que não precisam necessariamente ser músicos. Este sentido já desapareceu e na atualidade uma orquestra filarmônica equivale a uma orquestra sinfônica.

A orquestra filarmônica é um grupo musical mais bem conceituado da cultura ocidental. Está formada por um conjunto instrumental de tal forma que diferentes grupos de instrumentos interagem ao mesmo tempo, ou seja, de forma uníssona. Para conseguir este efeito, os músicos que integram a orquestra igualam suas técnicas de execução e obedecem ao sinal do maestro. Constitui aproximadamente de 95 a 106 músicos e faz parte de atuações em concertos sinfônicos, peças de teatro lírico, atuações de ópera ou balé.

Sua origem histórica

A orquestra filarmônica moderna teve sua origem na Europa, mais precisamente na França e na Grã Bretanha, durante os séculos XVII e XVII. Esta modalidade musical provém das antigas orquestras de câmara que tocavam nos salões e palácios das cortes.

Formação da orquestra

A orquestra está formada por quatro famílias ou seções: os instrumentos de corda, de sopro de madeira, sopro de metal e percussão. A classificação dos instrumentos musicais é realizada de forma sistemática em função dos materiais empregados, de sua forma de execução, evolução histórica e localização no palco. A classificação obedece à forma de produzir o som como também sua forma de tocar e construir.

De acordo com o som, participam principalmente os instrumentos de corda de arco como o violino, a viola e o violoncelo (os quais são similares em sua estrutura, no entanto, o de menor tamanho produz sons mais agudos e o maior produz sons mais graves). Podemos incluir outros dois nesta família de instrumentos: a harpa e o piano.

Instrumentos de sopro de madeira

Existem instrumentos de sopro de madeira como as canas de bambu e os chanfros, os quais precisam ser soprados para produzir um som, ao mesmo tempo, existem instrumentos que possuem um mecanismo de chave que quando acionados e fechado os orifícios também produzem som (esta seção está formada pelo flautim, flauta, oboé, corne inglês, clarinete, clarone, fagote e contrafagote), ainda existem instrumentos como as trompas, trompetes e trombones; já na parte externa da orquestra estão os instrumentos de percussão. Enfim, desta maneira, estão agrupadas em três seções: de corda, de sopro e percussão.

Foto: iStock, hokafaja

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Orquestra Filarmônica