Conceito de Obviedade

Podemos considerar que uma afirmação é óbvia, ou seja, uma obviedade quando não se precisa explicar algo por ser totalmente evidente. Algo é óbvio quando está absolutamente claro e não é preciso nenhum tipo de esclarecimento.

Exemplos de obviedades

Quando uma pessoa afirma que deve esforçar-se no trabalho para crescer ou que ganhar na loteria é uma questão de sorte, estamos diante de duas obviedades. Estas afirmações são de certa forma desnecessária, pois não trazem nenhuma informação complementar nem mesmo interessante. Diante dessa questão, o interlocutor não pode discordar com o outro porque as afirmações são extremamente verdadeiras.

No uso cotidiano da língua, costuma-se dizer que algo é uma obviedade para indicar simplicidade, ou seja, uma informação sem nenhuma relevância. Em certas ocasiões se diz “isso é óbvio” para dar a entender que está de acordo com algo (isso é a mesma coisa que dizer “lógico”).

Quando as pessoas se comunicam, elas empregam uma série de sinônimos para substituir o termo obviedade (claro ou evidente são os mais comuns).

Aquilo que parece uma obviedade pode não ser

Há afirmações que são propriamente óbvias, por exemplo, os doces tem sabor doce. Entretanto outras afirmações são consideradas óbvias, mas esta valorização é mais discutível. Vamos analisar o caso de dois exemplos clássicos: a mulher é o sexo frágil e a Terra é o centro do universo. Ambas as afirmações foram entendidas como evidentes durante séculos.

A evolução da imagem da mulher e sua luta pela igualdade com o homem

Antigamente, considerava-se que a mulher era inferior ao homem, portanto era o sexo frágil por definição. Esta avaliação tem mudado com o tempo e na atualidade é considerada uma afirmação falsa, já que a mulher tem demonstrado força em muitos sentidos. A ideia de que a Terra era o centro do universo foi entendida como algo próprio do senso comum durante séculos e sua mudança de avaliação demorou a acontecer (a passagem do geocêntrico para o heliocêntrico foi toda uma revolução). Enfim, estes simples exemplos podem demonstrar que vale a pena ser cauteloso na hora de avaliar qualquer tipo de afirmação mesmo que a ache óbvia.

Imagem: iStock. AntonioGuillem

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Obviedade. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/obviedade >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Obviedade