Conceito de Obesidade

ObesidadeA obesidade é uma doença caracterizada pelo excesso de gordura no organismo. Uma pessoa é obesa quando o índice de massa corporal (IMC) no adulto é superior a 30 kg/m2. Uma maneira rápida e fácil de detectar se há sobrepeso ou obesidade, além do que está claramente evidente a olho nu, é fazer uma simples conta que determine o IMC. Deve-se destacar que o IMC não é calculado da mesma forma para crianças e adolescentes, pois existem tabelas especiais que permitem o cálculo adequado.

Em relação ao que provoca, a obesidade é uma dessas patologias que não difere sexo, nível socioeconômico ou lugar de resistência, sendo várias as variáveis causais: fatores ambientais (forma e qualidade de alimentação), genéticos (antecedentes familiares), psicológicos, metabólicos, entre outros.

As pessoas obesas são mais propensas a sofrer outras doenças, tais como doenças cardiovasculares (acidente cerebrovascular, infarto de miocárdio, angina de peito, arterial periférica, varizes), diabete tipo 2, resistência à insulina, apneia de sono, osteoartrite, hipertensão arterial, entre outros. Estas alterações não só perpetuam os mecanismos inflamatórios que caracterizam a obesidade, mas que se associam com consequências graves, entre as que sobressaem a pior qualidade de vida e os altos custos causados para o sistema de saúde.

A obesidade pode ter duas origens e dela derivam dois tipos de obesidade existente: o exógeno e endógeno. O exógeno, que seria o mais fácil de controlar pelo doente, se há vontade é claro, é originada por uma alimentação excessiva. Já o endógeno é o resultado de diversas causas metabólicas, um caso poderia ser a disfunção da glândula tireoide, assim como a hiperfunção suprarrenal ou as anomalias que caracterizam a síndrome de ovários policísticos.

Em relação ao tratamento, uma solução é a combinação de dieta balanceada e atividade física. Neste sentido, não é útil propor um esquema de alimentação com baixas calorias a não ser que este protocolo seja acompanhado de um apropriado plano de exercícios. Uma vez que a obesidade é associada ao alto risco vascular, é prudente definir a valorização cardíaca destes pacientes antes de estabelecer o exercício mais adequado. De todas as maneiras, uma combinação equilibrada de componentes aeróbicos e anaeróbicos costuma construir a melhor alternativa em ótima proporção para cada pessoa individual.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Obesidade. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/obesidade >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Obesidade