Conceito de Neurônio

NeuronioO neurônio é um tipo de célula pertencente ao sistema nervoso central cuja característica diferencial é a excitabilidade apresentada por sua membrana plasmática, que permite não só a recepção de estímulos, mas também a condução do impulso nervoso entre os próprios neurônios, ou de outra forma, com outro tipo de células, tais como as fibras musculares próprias da placa motora.

Ele é composto por uma área de recepção denominada dendrito e por outra de emissão conhecida como axônio ou neurite. Estas características morfológicas tão próprias são as que sustentam suas funções.

São células que apresentam grande capacidade na hora de comunicar-se com precisão, velocidade e até mesmo através de longas distâncias com outros neurônios ou com outras células, sejam estas nervosas, glandulares ou musculares, e encarregadas de transmitir sinais elétricos chamados de impulsos nervosos para poder concretizar esta comunicação intercelular. Os impulsos nervosos atravessam todo o neurônio, começando a viagem pelo dendrito até chegar aos botões terminais, que são os que fazem a conexão com outros neurônios, fibras musculares ou glândulas, conforme o caso.

No entanto, esta conexão se chama sinapse e é através deste contato que se realiza a transmissão do impulso nervoso de fato. Abre-se uma descarga química que gera uma corrente elétrica na membrana da célula emissora, uma vez que o impulso chega ao extremo do axônio, o neurônio segrega uma proteína (neurotransmissores, responsáveis de inibir ou excitar a ação do outro neurônio) que se deposita no espaço sináptico, que é o lugar intermediário entre o neurônio transmissor e o receptor.

Os três componentes do sistema nervoso: sensitivo, integrador e motor, são formados e interligados pelos neurônios. Assim, um estímulo captado em alguma região sensorial fornece a informação que será transportada através dos neurônios e analisada pelo elemento integrador, que além do mais poderá elaborar uma resposta a si mesmo assim que desejar, e o sinal conduzido através dos neurônios. Esta resposta é sempre executada através de uma ação motora, tais como a contração muscular e a secreção glandular.

Os neurônios são células altamente diferenciadas, portanto não conseguem dividir-se nem reproduzir-se. O número de neurônios no cérebro depende do tipo de espécie tratada, por exemplo, o cérebro humano apresenta aproximadamente uns cem milhões de neurônios, o verme apresenta 302 neurônios e a mosca de fruta em média 100 mil neurônios.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Neurônio. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/neuronio >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Neurônio