Conceito de Memória ROM

Memoria-ROMO termo memória ROM se refere a uma memória de armazenamento que permite apenas a leitura da informação e não de sua destruição, independente da presença ou não de uma fonte de energia que a alimente.

ROM é uma sigla em inglês que se refere ao termo “Read Only Memory” ou “Memória de Apenas uma Leitura”. Trata-se de uma memória de semicondutor que facilita a conservação da informação que pode ser lida, mas que não pode ser destruída. Diferentemente da memória RAM, os dados contidos em uma memória ROM não são destruídos nem perdidos em caso de interrupção da energia elétrica, por isso, é chamada de “memória não volátil”.

Frequentemente as memórias ROM são usadas como principal meio de armazenamento de dados dos computadores. Por ser uma memória que protege os dados e impede sua substituição, as memórias ROM são empregadas para armazenar informação da configuração do sistema, dos programas de arranque ou início, suporte físico e outros programas que não precisam de atualização constante.

Embora durante as primeiras décadas dos computadores, o sistema operacional era armazenado totalmente na memória ROM, atualmente estes sistemas tendem a ser guardados nas novas memórias flash.

Anteriormente, não havia alternativas eficientes para a memória ROM e da necessidade de mais memória, ou então, de uma atualização dos programas e do sistema; era preciso substituir a memória velha por um novo chip de ROM.

Hoje em dia os computadores podem conservar alguns de seus programas em ROM, mas a memória flash está cada vez mais difundida, inclusive nos celulares e dispositivos PDA.

Além dos computadores, os jogos de videogames continuam utilizando programas baseados na memória ROM, como Nintendo 64, Super Nintendo ou Game Boy.

Por causa da velocidade de uso, a informação contida em uma memória ROM pode passar para a RAM quando exigida no funcionamento do sistema.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Memória ROM