Conceito de Leucócitos

LeucocitosOs leucócitos são células que se encontram no sangue, seu nome vem do grego, onde “leukos” significa branco e “kytos” se refere às células; daí os leucócitos também são chamados de glóbulos brancos.

Os leucócitos são células que têm como função participar ativamente da defesa do organismo e por constituir importante parte do sistema imunológico. Ao falar sobre leucócitos não nos referimos apenas a uma célula, mas a um grupo de células brancas de vários tipos. Inicialmente são classificados como granulócitos, monócitos e linfócitos. Os granulócitos, por sua vez, são divididos em neutrófilos, basófilos e eosinófilos.

Os leucócitos se originam no fígado e no baço em fase fetal e logo após o nascimento esta função é assumida pela medula óssea, no caso os linfócitos, estes produzidos tanto pela medula óssea como pelos gânglios linfáticos. Uma vez produzidas, estas células permanecem armazenadas até serem exigidas pelo sistema circulatório e aí distribuídas em dois grupos: uma metade circula livremente enquanto que a outra metade fica revestida internamente nos vasos sanguíneos conhecidos como endotélio. Quando é exigida pela ativação do sistema imunológico são capazes de sair dos vasos sanguíneos para dirigir-se aos tecidos com a finalidade de combater os agentes como os microrganismos.

Os neutrófilos são tipos de granulócitos mais abundantes, também chamados de segmentados ou polimorfonucleares, que têm a função de atacar as bactérias e por constituir a primeira linha de defesa do organismo. Os eosinófilos participam na resposta contra parasitas e nas reações alérgicas. Já os basófilos participam das reações de hipersensibilidade e liberam mediadores capazes de produzir inflamação.

Os linfócitos são de dois tipos: os linfócitos B e os linfócitos T. Estas células participam de uma resposta imune específica, para isso, os linfócitos T são capazes de reconhecer substâncias estranhas ou antígenos, e assim liberam uma série de mediadores químicos conhecidos como citocinas que são capazes de ativar a resposta imunológica. Os linfócitos T participam também da destruição das células infectadas por vírus e por células tumorais. Já os linfócitos B após serem ativados são capazes de produzir substâncias conhecidas como anticorpos que neutralizam os antígenos e iniciam o processo de eliminação.

Os leucócitos e seus diversos tipos são avaliados através de um estudo de laboratório chamado hematologia. O aumento de glóbulos brancos é sempre um sinal de infecção, quando predominam os neutrófilos trata-se de uma infecção por bactérias, já quando há o predomínio de linfócitos trata-se de uma infecção viral. Quando os valores dos glóbulos brancos estão acima do normal são características da leucemia. Algumas infecções por vírus como a dengue são capazes de produzir diminuição dos glóbulos brancos com predomínio de linfócitos.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Leucócitos