Conceito de Instinto Maternal

Instinto-MaternalO instinto maternal representa a força interior, fruto do amor que experimentam muitas mulheres em algum momento de suas vidas diante da ideia de formar uma família. O instinto maternal mostra o imenso desejo de uma mulher ter um filho. A partir deste ponto de vista, vale ressaltar que nem todas as mulheres experimentam este instinto maternal (há pessoas que não sonham em formar família), além disso, nem todas experimentam essa situação da mesma forma e no mesmo momento.

Enquanto existem mulheres que desde cedo têm claro o objetivo de serem mães no futuro, pelo contrário, existem outras que experimentam este desejo somente a partir dos 30 anos. O certo é que quando uma mulher experimenta este instinto maternal e consegue materializar este desejo, a mesma sente uma imensa alegria interior. Da mesma forma, mas ao contrário, quando uma mulher não pode realizar esse desejo de formar sua própria família, ela sente grande frustração interior e tristeza com o fato.

Este instinto maternal também é limitado pelo fator biológico, por exemplo, existem mulheres que quando desejam formar uma família começam a sentir pressão do fator idade (o conhecido relógio biológico) que determina um limite para este desejo pessoal. O instinto materno se refere a esse momento de segurança interior em que uma mulher toma consciência de que realmente quer ser mãe e está preparada para isso.

O instinto maternal também se refere a esse vínculo tão particular, único e exclusivo estabelecido entre mãe e filho ao longo da vida. Toda mãe protege e cuida de seu filho de forma incondicional independente da idade do mesmo. Por isso, a perda de uma mãe é considerada um dos momentos mais difíceis da vida de qualquer filho.

Quando falamos de instinto maternal nos referimos a um sentimento idealizado, como também a realidade da maternidade por si mesma também está marcada por momentos de cansaço, dúvidas e insegurança.

Neste sentido, vale destacar que cada ser humano tem seu próprio destino e que todos os caminhos são valiosos da mesma forma quando estão conectados com a realização pessoal. Isto é, aquelas mulheres que não experimentaram o instinto maternal e decidiram não formar uma família também podem ser felizes como aquelas que optaram pela maternidade.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Instinto Maternal. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/instinto-maternal >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Instinto Maternal