Conceito de Hipertensão Arterial

Hipertensao-ArterialA hipertensão arterial é uma doença cardiovascular na qual os valores de pressão arterial ficam acima dos valores normais. Embora seja uma doença que pode acarretar muitas consequências para a saúde, geralmente, ela se apresenta de forma assintomática.

A pressão ou tensão arterial é um fenômeno que se origina pela resistência das artérias distendidas pelo sangue cada vez que é bombeada pelo coração. Os valores de pressão arterial estabelecido como normais entre várias sociedades médicas correspondem a uma média de 120/80 mmhg (milímetros de mercúrio), devendo manter-se abaixo de 140 para a pressão arterial sistólica e de 90 para a pressão arterial diastólica. Quando os níveis de pressão arterial estão acima destas faixas ocorre o distúrbio conhecido como Hipertensão Arterial.

Os valores de pressão arterial são determinados por um instrumento conhecido como esfigmomanômetro ou simplesmente aparelho de pressão, que serve para determinar os valores corretos da pessoa envolvida. Ela deve estar em repouso, descansar uns dez minutos depois de caminhar, praticar alguma atividade física ou ter fumado um cigarro. A posição ideal para medir a pressão arterial é sentada ou deitada. Não observar estas recomendações pode originar valores maiores do que os reais, podendo chegar a um diagnóstico falso da hipertensão arterial. O mesmo ocorre quando é medida por um médico, neste caso a ansiedade pode fazer com que os resultados sejam maiores do que os reais. Este fenômeno é conhecido como “hipertensão do avental branco”.

A principal causa da hipertensão arterial é o fator genético, que ocorre em aproximadamente 90% dos casos, e é por onde os filhos dos pais hipertensos desenvolvem esta doença. Outras causas de hipertensão são as doenças renais como a insuficiência renal, o estreitamento da artéria renal ou os tumores renais onde se destaca o feocromocitoma. Um fator externo associado a esta doença é a ingestão elevada de sal na dieta, especialmente em pessoas com antecedentes familiares.

A hipertensão arterial causa grandes alterações em vários órgãos do corpo afetando seu funcionamento normal. Eles são mais notórios e transcendentes no coração, órgão que se vê obrigado a aumentar de tamanho para poder impulsionar o sangue a um sistema de maior resistência, causando alterações como a hipertrofia ventricular esquerda e a insuficiência cardíaca que se associam a um risco maior de desenvolver infartos, arritmias cardíacas e morte súbita.

Outros órgãos afetados pela hipertensão arterial são os rins, por onde a lesão das artérias se relaciona com o desenvolvimento da insuficiência renal e do cérebro, neste último a hipertensão arterial pode comprometer o fluxo sanguíneo e o oxigênio no cérebro pode causar um acidente vascular cerebral, conhecido como derrame cerebral.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Hipertensão Arterial. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/hipertensao-arterial >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Hipertensão Arterial