Conceito » Hardware

Conceito de Hardware




Com este conceito se tenta designar a todos os componentes tangíveis em um sistema eletrônico, quer dizer, o que podemos tocar: teclado, mouse, monitor, chips, placas, impressoras, etc. Fazendo-se uma analogia com o ser humano podemos dizer que o software é o pensamento, enquanto que o hardware é o corpo.

É complicado relacionar o hardware com componentes “reais” ou “físicos” porque isto nos faz supor que os sistemas informáticos possuem componentes não físicos ou inclusive irreais. O hardware não funcionaria ou não teria utilidade sem um “software”, a parte “intangível” e lógica de um sistema informático: um conjunto de instruções a ser realizada por parte do hardware.

Em um PC ou sistema informático similar (telefone celular, reprodutores portáteis), podemos distinguir entre diferentes componentes: periféricos de entrada (mouse, teclado, scanner, entrada de microfone, câmera web), de saída (auto falantes, impressora, monitor - salvo que seja touchscreen), mistos (discos rígidos, modems, memórias USB), Unidade Central de Processamento (CPU, o cérebro da máquina), memória RAM (armazenamento temporário de dados, lugar onde se executam programas em conjunto com a CPU e outros componentes), hardware gráfico (cartões de vídeo, nos quais possuem sua própria unidade de processamento central).

É interessante saber que os primeiros computadores funcionavam com tubos vazios ou válvulas, que eram tubos de vidro do tamanho de uma lâmpada pequena de luz hospedando circuitos elétricos. Em grande quantidade e em conjunto com outros elementos, formavam um sistema de hardware relativamente complexo que tinha grandes dimensões. Os tubos costumavam se encher de bichos, e daí vem o termo “debug” (bug= bicho em inglês), e tirar os bichos dos tubos para que o sistema funcione corretamente era uma das tarefas dos técnicos em meados do Século XX.

Logo se inventaram os transistores, que reduziram consideravelmente o tamanho das máquinas, e as fizeram mais confiáveis e baratas. Mais tarde com a tecnologia de chip de silício, estes transistores puderam ser reunidos nos circuitos integrados, ocupando melhor o espaço, para logo dar lugar aos microprocessadores: computadores quase completos que cabem em um só chip. A nanotecnologia promete dar o próximo grande salto na era da computação.

Mais uma leitura:

Hardware é um nome genérico para equipamentos de informática e eletrônicos. O comércio de hardware movimenta grandes somas de dinheiro. No Brasil são populares os clubes de aficcionados onde as pessoas trocam idéias sobre como aperfeiçoar os equipamentos. As propagandas de hardware são conhecidas por sua criatividade. O bom funcionamento do hardware depende de se baixar os drivers corretos. Técnicos de hardware são os profissionais habilitados a desmontar e consertar os equipamentos. As pessoas tentam entender como o hardware funciona. O Brasil já fabrica boa parte do hardware, mas ainda não é auto- suficiente. O rato( mouse) é o hardware mais barato e, portanto, o mais popular. As lojas geralmente se localizam nos Shopping Centers.

Manuais de hardware devem ser guardados próximos aos equipamentos. Para que o hardware funcione é preciso de um programa( software) . Os monitores e Tvs podem ser de alta definição ou baixa definição. Download é o termo relativo ao ato de baixar programas, filmes e MP3. As caixas de som e microfones também são hardware. O termo também pode ser aplicado para robôs e próteses cibernéticas. Os tutoriais são boas formas de se aprender a utilizar o hardware. As oficinas especializadas são os locais de trabalho dos técnicos de hardware. A velocidade do processador é um bom índice de qualidade do hardware. Os empregos nessa área tem crescido na última década.

As placas são o coração do hardware. O hardware pode ser tocado, mas o software não( toca-se o CDR e não o programa) . Os fóruns reúnem técnicos e especialistas para discutir determinado hardware. A dica de uma pessoa mais experiente ajuda a lidar como o hardware. Artigos em revistas de T.I. Também são bastante úteis. O Sistema Operacional é o conjunto de programas que permite o funcionamento do hardware. Os cursos formam novos técnicos prontos para o mercado de trabalho.

A aula em DVD facilita o estudo, sem a necessidade do deslocamento. O hardware é dividido em desktop e laptop( notebook) . O Serviço Nacional do Comércio forma os melhores técnicos no Brasil. O Hardware pode usar software livre ou proprietário. A atualização dos programas é essencial. O Japão permanece como o grande exportador do hardware. Um bom técnico consegue montar um PC usando peças avulsas.

>> Próximo - Que Conceito >>


Este artigo vale a pena? Por favor nos ajude a divulga-lo curtindo ou compartilhando :)