Conceito de Gozo

GozoO gozo se refere à experiência de desfrutar dos prazeres da vida que trazem sensações agradáveis. Estes prazeres fazem parte da receita da felicidade, pois todo ser humano persegue por natureza o prazer e evita a dor. A causa do gozo pode ser física ou emocional, por exemplo, sentir o abraço de um ente querido, descansar, um banho relaxante, entre outros. O gozo está vinculado de forma direta com os sentidos.

Por exemplo, ver um lindo quadro traz um prazer estético a quem aprecia. Vale destacar que corpo e mente interage de maneira constante graças à reflexão do ser humano, uma pessoa pode também experimentar um gozo anímico a partir de uma experiência sensível.

Ao observar uma paisagem maravilhosa, uma pessoa pode sentir-se repleta de paz interior e com a sensação de relaxamento e tranquilidade. Da mesma maneira, um beijo também significa uma experiência física e emocional ao mesmo tempo. E ainda, uma pessoa pode sentir felicidade emocional ao cheirar um perfume e lembrar o aroma pessoal de um ente querido.

O gozo é um presente da vida que traz momentos de ilusão e bem-estar à rotina cotidiana. Do ponto de vista da subjetividade, da mesma maneira que cada ser humano é único e exclusivo, o gozo também pode ser totalmente pessoal. Por exemplo, existem pessoas que desfrutam da literatura enquanto outras preferem o cinema. Mesmo assim, uma pessoa pode gozar dos seus passatempos quando vive momentos de preocupação.

Um sujeito goza quando desfruta da companhia de pessoas próximas. Existem gozos pessoais como desfrutar da agradável conversa com um amigo ou até mesmo experimentar a ilusão de um namoro. Quando uma pessoa experimenta este tipo de gozo ela se sente relaxada, uma vez que os músculos relaxam de acordo com o prazer e o bem-estar. Pelo contrário, quando uma pessoa experimenta algum tipo de dor, ela sente certo grau de tensão. O oposto do gozo (prazer) é a dor física.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Gozo