Conceito de Gestalt (Psicologia)

GestaltO nome Gestalt é conhecido por causa de uma corrente da psicologia surgida na Alemanha por volta do século XIX, através dos psicólogos Max Wertheimer, Wolfgang Köhler, Kurt Koffka e Kurt Lewin, que promoveram o seguinte princípio: o todo é maior do que a soma das partes, sendo esta a melhor identificação para descrever o pensamento desta reconhecida e polêmica escola da psicologia.

De acordo com os seguidores, estudiosos e defensores da Gestalt, a mente humana é definida pelos sentidos e pela memória, no entanto, esta configuração tem caráter primário sobre os elementos que a compõem e assim não os levam à compreensão do processo mental.

Duas universidades foram as que se destacaram na história por serem as difusoras e por realizar as primeiras experiências aplicadas a este pensamento. A universidade de Graz propôs a teoria que a forma ou o todo é produto de um ato perceptivo, já a universidade de Berlim demonstrou que a forma vem de maneira imediata e que a percepção é produto da gestalt.

Entre as leis mais conhecidas desta corrente estão as seguintes: a lei do fechamento, que estabelece que nossa mente adicione os elementos ausentes para completar uma figura, que é uma tendência inata concluir os objetos e formas que estão incompletos; a lei da semelhança, propõe que nossa mente agrupe os elementos iguais em uma unidade; a lei da continuidade, mostra que os detalhes que mantêm um padrão tendem em agrupar-se juntos, ou seja, percebemos os elementos de forma contínua embora estejam interrompidos; a lei da simetria, mostra que as imagens simétricas são as mesmas; e a lei da proximidade, sentencia que os elementos se agrupem com os que estão mais próximos.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Gestalt (Psicologia)