Conceito » Filosofia

Conceito de Filosofia




“Desde que o homem é homem e sentou-se a reflexionar sobre a origem do universo, o sentido das coisas e sobre sua própria existência”. Disso falamos quando nos referimos à filosofia, que etimologicamente significa “amor à sabedoria” e que constitui a prática metódica destas reflexões. Enquanto compartilha o questionamento último sobre a existência humana com a religião, a filosofia baseia-se na razão crítica e sistematizada, aberta ao debate e à reformulação.

A filosofia pode ser praticada em qualquer contexto, mas sua execução mais sistemática é a que hoje conhecemos quando a estudamos como ciência. Entretanto alguns atribuem a origem do estudo filosófico aos egípcios, os primeiros filósofos que se tenha tido referência real são, por suposto, gregos e que são conhecidos como os “pré-socráticos”. Seguindo adiante e em diferentes correntes, nos encontraremos com Platão, discípulo de Sócrates (de quem não se conserva nenhum documento escrito e só é conhecido pelas referências platônicas), que encontrará uma primeira oposição filosófica em Aristóteles. A Idade Média foi um período certamente escuro para a prática destas meditações, ainda que um de seus máximos representantes foi São Tomás de Aquino, um religioso cristão que queria provar a existência de Deus através do exame crítico.

É provável que quando escutes falar de filosofia ela esteja associada com o estudo mais moderno desta ciência. Quiçá você ouça algo sobre Descartes, Locke, Hume ou Kant, todos eles grandes expoentes da filosofia que tem como base, ou pela razão (e por isso a alguns os chamamos racionalistas), ou pela experiência (e a estes os denominamos empiristas).

A filosofia moderna tardia chega-nos mais perto e é aquela que inclui pensadores alemães como Hegel, Engels e Nietzsche. Este último iniciou a fase existencialista da disciplina, convertendo-se em um filósofo revolucionário. No século XX predominou a segmentação da filosofia em ramos bem mais específicos como a fenomenologia, o existencialismo, a hermenêutica, o estruturalismo e o pós estruturalismo.

Diferentes vertentes da filosofia converteram-se hoje em ciências com entidade própria, e entre elas podem ser encontradas a metafísica, ontologia, cosmologia, lógica, gnoseologia, epistemologia, ética e estética, entre muitas outras. Também a filosofia tem encontrado sua aplicação no estudo da matemática, nas ciências sociais e em outras.
A sua vez, cabe mencionar aqui que a história da filosofia tal como a conhecemos está traçada a partir da história do Ocidente. Portanto, para abordar a filosofia em toda sua plenitude, também há que se ocupar de tudo o que ocorreu durante estes séculos no Oriente, onde podemos encontrar filósofos de grande envergadura como o chinês Confucio.

Mais uma letura:

Filosofia é a ciência que estuda os conflitos básicos relativos a sinceridade, sabedoria e a vida. A vida comercial, a vida intelectual e a vida social. Historicamente, a Filosofia nasceu na Grécia Antiga como uma forma de Ateísmo. As academias, então, reuniram filósofos de várias tendências. Várias academias formaram uma Escola de Filosofia( Portais do Conhecimento). Compositores também criaram uma Escola. Facilitaram o acesso a cultura, criando seus Departamentos. Livreiros uniram- se aos filósofos. Nosso mundo estava evoluindo para quem? Evoluia para os Homens Modernos, como diria Platão. Educando crianças para um amanhã melhor( distante do Comunismo). Mundos colidiam e se completavam. Pontos de interrogação surgiam e Filósofos brigavam. O Pensador, de Rodin, questionava- se, cercado pelo ouro e sentado na pedra fria. As Livrarias fechavam as portas, dando lugar a Fundações( Portais da Sabedoria).

Associações estavam sendo formadas pelos Nerds. Critérios foram discutidos nos Cursos universitários. Clínicas preparavam abortos. Universidades acolhiam os pensadores gregos. Distantes de seus lares. Portais novos estavam surgindo nas Faculdades Lusitanas. Educadores estavam sendo contratados, assim como programadores. Filósofos passavam seus conhecimentos em seminários públicos e Departamentos Sociais. Revistas eram publicadas com boa tiragem. Distantes das capitais. Programas eram transmitidos diariamente para os Analistas. Dicionários eram queimados em praça pública. Os Institutos aprovavam.

Os programas eram cancelados pelos Departamentos Culturais. Gritos de dor. Pets sendo mortos nos Programas de TV. Universos que colidem( distantes). O Caderno de Sócrates na sua mesa( o Guia do Pensador). Os Departamentos das Universidades. Garotas de Programas na Olimpíada de Filosofia. Programadores apaixonados pela Faculdade. O Orkut e sua sabedoria comercial. Os Mundos do Pensamento. Distantes da ignorância dos Portais Acadêmicos. O Pontífice filosofando sobre Animes. Os Portais de Brandemburgo e suas universidades. As mentes tacanhas da Universidade e suas revistas. As associações de Filósofos e suas sociedades distantes. Filósofos brasileiros me convidaram. Os Portais do Saber Universitário. Os dicionários da língua grega nas Fundações. Os programas de rádio esotéricos. A página do Kama Sutra e as cirurgias. Distante da Saúde. Os programas estudantis das Faculdades. As Universidades católicas de Jaguarão. As associações de Pensadores e suas revistas. As novas teorias da Filosofia. As críticas ao Bolchevismo nas Faculdades.

>> Próximo - Que Conceito >>


Este artigo vale a pena? Por favor nos ajude a divulga-lo curtindo ou compartilhando :)