Conceito de Exemplarismo

ExemplarismoO exemplarismo é uma teoria filosófica reconhecida especialmente pelas propostas de alguns dos mais ilustres filósofos como Platão e Santo Agostinho, levando em conta a abordagem feita por Platão.

De acordo com esta teoria, tudo que existe em nosso mundo não é nada mais do que uma cópia, ou seja, são sombras de realidades exemplares.

Através da teoria das ideias podemos observar o exemplarismo dentro da filosofia do grande filósofo grego. Assim, Platão afirmava que todas as coisas e objetos do mundo real são sombras das formas eternas, ou seja, das ideais. Estas últimas são as únicas capazes de ser reconhecidas verdadeiramente. Enquanto isso, a percepção das sombras ou do mundo em que vivemos, ouvimos, enxergamos e sentimos é mera opinião.

No entanto, a principal preocupação do filósofo deve ser justamente conhecer as formas, as ideias eternas e orientar-se através da instrução e dos demais conhecimentos.

Como já se sabe a influência da teoria platônica foi fantástica ao longo do tempo. Foi especialmente durante o século III D.C. que surgiu o chamado neoplatonismo, este que revalorizou enormemente este pensamento. Inclusive nesta mesma época e com o Cristianismo no auge, muitos teólogos retomaram essas ideias e as conjugaram com a doutrina de Deus. Santo Agostinho foi um deles e por isso que o platonismo é considerado fundamental para o desenvolvimento do Cristianismo.

A teoria de Santo Agostinho esteve impregnada ao exemplarismo de Platão. Santo Agostinho retomou esse pensamento platônico de que as coisas do mundo são representações e cópias de realidades exemplares. Deus criou o mundo graças aos exemplares ideais existentes, portanto o mundo é reflexo das ideias divinas. No entanto, as coisas serão da mesma maneira como são realizadas e a verdade depende da sua própria conformidade.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Exemplarismo