Conceito de Estomatite

A estomatite é um termo empregado para referir-se à inflamação da mucosa que reveste a cavidade oral como também da mucosa que cobre a superfície da língua. Este transtorno pode ser manifestado de várias formas, por exemplo, através da vermelhidão, da descamação, inclusive das úlceras. É uma condição comum e bastante incômoda de quem a sofre, pois acompanha dor intensa ao falar e ao comer.

A principal causa da estomatite é a infecção por vírus, entretanto, os casos de estomatite mais recorrentes estão relacionados principalmente a certos microrganismos como o vírus da herpes, alguns fungos e as lesões de HIV.

Também é possível ocorrer como consequência da deficiência de vitaminas como a Vitamina B12 ou como resposta alérgica a alguma substância ou alimento.

A estomatite pode ser crônica

Existe um tipo de estomatite conhecida como estomatite aftosa, esta se caracteriza pelo aparecimento de úlceras dolorosas na boca que duram vários dias, cicatrizam completamente e voltam a aparecer.

Trata-se de um transtorno hereditário que se apresenta desde a infância ou da adolescência. O paciente começa a sentir certos incômodos como a sensação de queimadura na boca e após o período de um a dois dias passa a sofrer de um tipo de úlcera no mesmo local. Geralmente esta lesão tem um fundo de cor branca ou amarela e pode chegar até um centímetro de diâmetro.

Em certas ocasiões, a estomatite crônica se apresenta acompanhada de uma série de transtornos do sistema imunológico assim como de diversas doenças reumáticas. É possível também apresentar-se como efeito adverso ao uso de determinados medicamentos tais como: metotrexato, aspirina, indometacina, imunossupressores, inclusive após o uso de antibióticos de largo espectro.

Recomendações gerais para prevenir a estomatite:

- Avaliar possíveis fatores desencadeantes como alimentos, medicamentos, estado de ansiedade ou perturbação do sono com o fim de evitá-los;

- Tomar muita água;

- Cuidar da higiene dental e ter o costume de fazer enxague bucal após as refeições;

- Evitar o contato com pessoas que sofrem de herpes labial;

- Não compartilhar objetos nem alimentos com terceiros;

- Utilizar soluções anestésicas locais na área da úlcera;

- Fazer uma limpeza da lesão com água oxigenada diluída em água;

- Preferir os alimentos mornos ou em temperatura ambiente (os alimentos muito quentes podem produzir queimaduras e originar a estomatite);

- Examinar as dentaduras postiças, as pontes removíveis e os tratamentos ortodônticos, muitas vezes, se encontram desajustados ou apresentam irregularidades que lesionam a mucosa oral causando a estomatite.

Foto: iStock, BraunS

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Estomatite