Conceito de Espondilose

O termo espondilose se refere à lesão degenerativa ou desgaste das articulações entre as vértebras produto do desenvolvimento de artrose na coluna vertebral.

A espondilose é uma doença que se desenvolve lentamente com o transcorrer do tempo e que pode permanecer assintomática por muitos anos até o surgimento de um traumatismo ou de um grau avançado que afete as estruturas vizinhas como a medula espinhal ou as raízes nervosas, produzindo diversos sintomas.

As primeiras manifestações da espondilose acontecem com uma dor localizada de leve a moderada na coluna cervical ou lombar que se inicia e agrava com os movimentos, em certas ocasiões, pode vir acompanhada de rigidez pela manhã ou após um período de imobilização ou repouso. Este incômodo se deve por afetar as articulações entre as vértebras e costuma ser mais comum no pescoço e na parte inferior das costas, já que a coluna cervical e a lombar são os mais atingidos por esses transtornos. O seguimento dorsal também pode ser comprometido embora seja menos sintomático por sua pequena capacidade de movimento em relação aos demais seguimentos.

Nos estágios mais avançados ocorre o desgaste dos discos intervertebrais na qual diminui o espaço entre as vértebras. Ao diminuir a capacidade de absorver o impacto ocorrem microfraturas nos corpos vertebrais que produz uma irregularidade em seu contorno caracterizado pela formação de expansões ósseas em forma de bico de papagaio conhecidos como osteófitos. Em grau avançado desta doença, uma vértebra pode alcançar e fundir com o osteófito de uma vértebra adjacente ocorrendo a formação de pontes ósseas chamadas de sindesmófitos. Estes impedem a mobilização entre as vértebras e limitam os movimentos.

Enfim, o dano no disco faz com que as vértebras diminuam o espaço entre si e estreitem os orifícios por onde as raízes nervosas que se originam na medula espinhal apareçam na coluna. Esta diminuição do diâmetro dos orifícios afeta o bom funcionamento dos nervos raquidianos, isso se traduz em uma dor que muda de padrão para uma sensação mais intensa acompanhada de certos incômodos como câimbra, formigamento, dormência e perda de força localizada na coluna que se irradia para os ombros e os braços na espondilose cervical, assim como para os glúteos e as pernas na esponsilose lombar.

Os principais fatores que envolvem o desenvolvimento da espondilose são a adoção de posturas sustentáveis, especialmente quando são inadequadas, ao realizar as atividades diárias de trabalho, domésticas ou recreativas. No caso da espondilose lombar, também está relacionada com esforços e fatores como o sobrepeso e a obesidade.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Espondilose