Conceito de Escória

escoriaO conceito escória é utilizado em nosso idioma para referir-se a várias questões.

Substância de resíduo deixado pela fusão de metais

Trata-se de uma substância de aspecto vítreo que flutua sobre o fundo dos fornos utilizados para fundir metais e que justamente provém das impurezas que resultam dessa particular ação.

Então, a escória é um produto resultante da ação de fundir determinados metais com a missão de purificá-los, sendo a escória essas impurezas que produzem essa particular atividade.

Usos da escória

No entanto, além de um material de resíduo, a escória, paradoxalmente, não pode ser descartada e sim reutilizada em outro metal de sua composição, ou até mesmo em outras questões como fertilizante ou pedra para as ferrovias.

Outros usos do termo

Este conceito significa também aqueles pedaços de ferro quente que saltam naturalmente do golpe de um martelo.

Por outro lado, no caso dos vulcões, sua lava porosa trata-se de um metal também conhecido como escória.

O resíduo que fica queimado no carvão também se chama escória.

E finalmente, como uso coloquial essa palavra tem uma conotação negativa que é clara e direta. Por exemplo, para dizer que algo ou alguém é desprezível ou ruim “Esse homem é uma escória, maltratou e enganou minha filha”.

Assim, com todas essas referências expostas, utilizamos a palavra escória como sinônimo de outros conceitos tais como lixo, resíduo, impureza, entre os mais comuns e utilizados.

Claramente, a palavra escória não é muito comum, mas sua aplicação com os outros sinônimos citados (resíduo, lixo) são bem utilizadas. No entanto, é muito familiar nos ambientes que realizam a tarefa de fundir metais.

Foto: iStock - petek arici

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Escória