Conceito de Esclerose Lateral Amiotrófica

Esclerose-Lateral-AmiotroficaA Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença degenerativa do sistema nervoso, diferentemente da esclerose múltipla que afeta o revestimento da mielina das extensões nervosas. A ELA atinge o corpo da célula nervosa, chamada de neurônio. Este distúrbio destrói inicialmente o neurônio e posteriormente e de forma progressiva causa a degeneração e reabsorção de suas extensões. A ELA é também conhecida como Doença de Charcot, em homenagem ao neurologista que a descreveu em 1874, ou Doença de Lou Gehrig, por causa do famoso jogador de beisebol que morreu em 1941. Seguramente a personalidade mais famosa que contraiu e convive com essa doença desde os 20 anos é o britânico Stephen Hawking.

A ELA atinge apenas os neurônios relacionados com a atividade motora, onde suas principais manifestações são a perda da força muscular, lerdeza e falta de coordenação para realizar certos movimentos, paralisia e atrofia dos músculos. Esta doença não causa alterações da sensibilidade, dor, problemas visuais, nem alterações digestivas ou urinárias, como também não deteriora as faculdades mentais do doente.

Aproximadamente, de cada 100.000 pessoas, uma é afetada por esta doença e principalmente do sexo masculino. Existe uma tendência familiar pelo fato de haver um componente hereditário associado. Uma vez que se inicia, a doença avança e afeta cada vez mais um número maior de músculos. Inicialmente pode haver fraqueza e um aumento do tônus muscular das pernas devido à espasticidade; posteriormente pode ocorrer a paralisia, que além de afetar as pernas e os braços pode atingir os nervos que estimulam a atividade motora da cabeça e do rosto, especialmente os relacionados à fala e a deglutição e que prejudicam os pacientes.

Este distúrbio deteriora progressivamente o sistema muscular e, em um período de 3 a 5 anos, costuma causar a morte por afetar os músculos responsáveis pela respiração em aproximadamente 90% dos casos. É uma doença pouco frequente, mas devastadora e com grande repercussão tanto para o paciente como para sua família, especialmente porque não existe nenhum tipo de tratamento específico para cura ou tratamento para deter seu avanço.

Existem muitas doenças que produzem sintomas similares que podem ser confundidas com a Esclerose Lateral Amiotrófica, mas que ao contrário desta podem ser tratadas, como são os casos da artrose da coluna cervical, da intoxicação por metais pesados e praguicidas, dos tumores como os linfomas e inclusive as infecções em geral. A ELA é doença que deve ser tratada por médicos neurológicos.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Esclerose Lateral Amiotrófica