Conceito de Derrame cerebral

Derrame-cerebralO derrame cerebral é um tipo de doença cérebro vascular que ocorre com a ruptura de um vaso sanguíneo do cérebro, causando assim uma hemorragia intracraniana. Estes acidentes vasculares cerebrais, também conhecidos como derrame cerebral ou pela sigla AVC, são as principais causas de morte na população adulta devido a sua grande frequência. Estes distúrbios podem ser de dois tipos: os isquêmicos e os hemorrágicos.

No AVC de tipo isquêmico, o fluxo sanguíneo cerebral se vê comprometido pela obstrução de um vaso sanguíneo devido à formação de uma placa de ateroma na doença conhecida como Aterosclerose, pelo impacto de um fragmento da placa ou por um coágulo sanguíneo que percorre pela corrente sanguínea até chegar a um vaso de diâmetro pequeno que se prende, este fenômeno é conhecido como embolia.

No AVC hemorrágico ou derrame cerebral ocorre a ruptura de um vaso sanguíneo que ocasiona uma hemorragia intracraniana. Isto costuma acontecer em vasos sanguíneos debilitados como se observa nas dilatações das artérias chamadas de aneurismas ou nos vasos sanguíneos anômalos conhecidos como malformações arteriovenosas. Uma causa frequente destas hemorragias é a ruptura de um vaso sanguíneo em relação ao aumento da pressão arterial durante uma crise hipertensiva. Outra causa a ser levada em consideração nos derrames cerebrais em pessoas menores de 45 anos é o consumo de drogas ilícitas como a cocaína.

Os derrames cerebrais costumam acontecer quando a pessoa acorda e se submete a algum tipo de pressão ou tensão emocional. Este tipo de acontecimento aparece de forma súbita e é acompanhado por sintomas como dor de cabeça intensa, perda de força na parte esquerda ou direita do corpo, alteração nos traços faciais, dificuldade para falar ou expressar-se e distúrbio do estado de alerta que pode chegar à perda de consciência, em alguns casos pode acompanhar vômitos ou convulsões.

O derrame cerebral constitui 10% dos casos de AVC, entretanto, apresentam um alto índice com 50% de mortalidade.

Os derrames cerebrais são sempre emergências médicas. Ao perceber os sintomas, a pessoa afetada deve ser imediatamente locomovida a um pronto-socorro para comprovar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, tanto para preservar a vida como para minimizar o déficit e as sequelas que podem apresentar-se após o ocorrido.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Derrame cerebral