Conceito de Czarismo

O termo czarismo se refere ao sistema de governo que prevaleceu na Rússia em meados do século XVI e nos primeiros anos de século XX. Embora em 1721, Pedro I, intitulado imperador, não conseguiu erradicar a popularidade do czarismo.

O nome czarismo se deve ao fato que a autoridade máxima russa se chamava czar. Czar era o título atribuído ao imperador russo e czarina o equivalente para as mulheres.

Da mesma forma que acontecia com o absolutismo monárquico, o czarismo se caracterizava por ser um governo que a última e única palavra pertencia ao czar, ou seja, o poder radicava em uma só pessoa, no czar ou czarina, que não prestava contas políticas ao congresso e muito menos à sociedade. Não havia regularização ou limites para o comando do czar. Tudo o que acontecia em matéria política e econômica dependia da palavra final do czar.

Porém existe outra questão que o czar tinha notável ingerência: o campo religioso. Da mesma forma que tinha poder absoluto na política e na economia, ele também era protetor da Igreja Ortodoxa Russa. E sem dúvida tinha voz ativa e decisão de poder em qualquer assunto religioso.

Obviamente o czarismo segue o contrário da democracia, sistema de governo na qual o povo elege de maneira livre e direta seus representantes desde o maior cargo executivo até os cargos legislativos.

As revoluções que aconteceram durante os primeiros anos do século XX fizeram desaparecer a figura do czar e consequentemente sua forma de governo czarista. O último czar foi Nicolau II, que abdicou o trono no ano de 1917.

Vale destacar que o uso coloquial da palavra czar permanece nos dias de hoje como zar para referir a uma pessoa que possui grande poder ou influência. “Ted Turner é o zar dos meios de comunicação”.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Czarismo. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/czarismo >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Czarismo