Conceito de Controle Interno

Toda vez que nos referimos a uma empresa ou entidade pública, podemos chamar de controle interno ao conjunto de ações, políticas, procedimentos, normas e métodos existentes em consequência da proposta de chefes e empregados que tem o objetivo de prever qualquer eventualidade, risco e complicação, bem como afetar justamente o bom desenvolvimento do trabalho.

Basicamente, esse controle interno é exercido através do domínio de diversas variáveis como o controle exaustivo do ambiente de trabalho que inclui não só os empregados, mas também a categoria executiva, a previsão de riscos, a circulação da informação e a comunicação interna.

A ação de controle exercida sobre algo nos permite inspecionar e fiscalizar sempre o seu funcionamento, por um lado, para constatar que as funções sejam cumpridas; por outro, para garantir sua efetividade, pois inevitavelmente quando a atenção é redobrada pode evitar que certas ações ou atividades prejudiquem o bom desenvolvimento do trabalho.

Dispor de um bom e eficiente controle interno ajuda qualquer empresa ou entidade pública em uma infinidade de questões, assim como faz com que o serviço ou atividade seja desenvolvido por excelência. Pode também detectar casos de corrupção, alcançar os objetivos propostos com êxito, promover a eficácia e a competitividade em todas as áreas, proteger os recursos e cumprir com todas as normas propostas.

Concluindo, devemos saber que toda entidade ou empresa que apresente um controle interno eficaz pode desenvolver um trabalho melhor e evitar certos tipos de complicação em sua rotina diária.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Controle Interno. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/controle-interno >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Controle Interno