Conceito de Contração Muscular

Contracao-MuscularUma das principais qualidades dos animais é a capacidade de movimentar seu corpo. Este fenômeno torna possível mudar de postura, erguer-se, manter o equilíbrio e caminhar; tudo isso devido à possibilidade de realizar um processo fisiológico conhecido como contração muscular.

Para poder compreender este fenômeno é necessário conhecer como se compõe um músculo. Este tecido é composto por várias unidades revestidas por membranas que se distribuem originando estruturas individuais. As estruturas menores são as fibras musculares formadas microscopicamente por células cujo interior possui uma cadeia de proteínas chamadas actina e miosina. Esta cadeia se dispõe paralelamente alternada em entre elas. Quando ocorre o estímulo por parte do sistema nervoso, estes filamentos se deslizam uns sobre os outros, aproximando-se e fazendo com que a fibra muscular se contraia e produza a contração muscular.

Este é um processo complexo que exige tanto do músculo como do sistema nervoso para que funcionem adequadamente. Embora a contração muscular seja um fenômeno que podemos realizar conscientemente, também ocorre de forma independente e inconsciente conforme o tipo de músculo que se contrai. Os músculos que movimentamos segundo nossa vontade são músculos estriados, como os localizados no pescoço, tronco e extremidades. Além destes, existem outros tipos de músculos: o músculo cardíaco e o músculo liso.

O processo de contração do músculo estriado pode causar movimento quando ocorre de forma isotônica. Neste processo o músculo se contrai, por exemplo, ao flexionar o antebraço sobre o braço com uma barra, o bíceps se contrai e faz com que o antebraço se aproxime ao braço. Também é possível que ocorra uma contração isométrica sem que haja movimento e encurtamento do músculo, esse processo é conhecido como contração isométrica e ocorre, por exemplo, ao utilizar equipamentos de ginástica passiva. O músculo estriado está sujeito ao estimulo do sistema nervoso que faz com que o mesmo mantenha certo grau de contração, chamado tono muscular, que é necessário para manter uma determinada postura.

O músculo cardíaco também é estriado, mas possui características próprias que lhe permitem contrair-se de forma contínua e permanente, sem descanso, desde o nascimento até sua morte.

Por outro lado, o músculo liso se encontra nas vísceras, onde também ocorrem contrações digestivas, conhecidas como movimentos peristálticos e que permitem a passagem do alimento desde a boca até o final do tubo digestivo. O músculo liso pode contrair-se de forma anormal ou patológica ocasionando dores e espasmos que podem ocorrer nos brônquios diminuindo o diâmetro das vias aéreas dando lugar a crises de asma. No esôfago produz espasmos esofágicos que parecem quadros de angina; no ureter estes espasmos causam o cálculo renal; no intestino ocorrem as cólicas abdominais e no sistema genital ocorrem as cólicas menstruais.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Contração Muscular