Conceito » Contabilidade

Conceito de Contabilidade




Chama-se contabilidade a disciplina que analisa e proporciona informação em torno das decisões econômicas de um projeto ou instituição. Quando se fala da contabilidade se fala de uma ciência, dado que brinda conhecimento verdadeiro, uma técnica, na medida em que trabalha com procedimentos e sistemas, um sistema de informação, dado que pode captar, processar e oferecer conclusões a respeito de peças de informação, e uma tecnologia social, porque conjuga saberes da ciência para resolver problemas concretos da vida em sociedade.

Como produto final, a contabilidade estabelece o estado contábil ou financeiro, que resume a situação econômico-financeira de uma empresa para permitir a tomada de decisões de acionistas, investidores, credores, proprietários e outros.

Diz-se que a história da contabilidade começa com a publicação na Itália da obra ‘Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni e Proporcionalita’ de Luca Pacioli, que se dedicou a descrever métodos contábeis dos comerciantes venezianos, usos mercantis, contratos e práticas de interesses e mudança. Esta obra foi o antecessor do que hoje se conhece como “dever e ter” uma gíria da contabilidade.

Existem diferentes tipos de contabilidade, entre elas a financeira, que abarca informação geral e para todo público sobre o funcionamento financeiro de uma empresa, e a de custos ou de gerenciamento, que tem um propósito informativo interno, de analisar movimentos econômicos para o interior da instituição para a tomada de decisões.

Nesta disciplina, existem diversos critérios de medida, por exemplo, o custo histórico, o custo corrente, o valor realizável e o valor atual.

Outros conceitos típicos da contabilidade são o patrimônio neto contábil, os elementos dos estados financeiros, as massas patrimoniais, os pacotes contábeis, as contas, o convênio de cargo e abono, o saldo e os livros contábeis.

Mais uma leitura:

A contabilidade baseia- se nos princípios da entidade, continuidade, oportunidade, registro, atualização, competência e prudência. O princípio da Entidade reconhece o Patrimônio enquanto objeto da contabilidade. O princípio da Continuidade refere- se a sua vida definida ou probabilidade. O princípio da Oportunidade refere- se tanto em relação à tempestividade como a integridade física. O princípio do Registro pelo valor original diz que o componente deve ser registrado pelo valor original. O princípio da atualização monetária afirma que o efeito alterador do poderio aquisitivo das moedas nacionais deve ser reconhecido no registro contábil. O princípio da competência diz que a receita e a despesa deve ser incluída nas apurações de resultado. O princípio da prudência está determinando a adoção dos menores valores para o componente do ativo.

As evoluções dos últimos decênios nas áreas de Ciências Contábeis e Administração reclamam as atualizações substantivas. A observação de um Princípio Fundamental Contábil seria obrigatório nos exercícios das profissões. Nas aplicações de Princípios Fundamentais da Contabilidade para uma situação concreta, as essências de transação devem prevalecer sobre os aspectos formalizados. O princípio fundamental da Contabilidade representa as essências da doutrina ou teoria relativa. Os patrimônios pertencem à entidades, porém as recíprocas nem são verdadeiras. As continuidades influenciam os valores econômicos do ativo e, nos diversos casos, os valores vencidos. Desde que tecnicamente estimáveis, os registros da variação patrimonial devem ser feitos mesmo nas hipóteses.

As avaliações do componente patrimonial devem ser feitas com base no valor de entrada considerado. As moedas, ainda que aceitas no mundo inteiro enquanto medidas de valores não representam unidade. O princípio da Competência determina quando a alteração nos ativos ou nos passivos resulta num aumento. O princípio da Prudência impõe as escolhas de hipóteses das quais resultem menores patrimônios. A observação do princípio da Continuidade seria indispensável para a correta utilização do princípio da Competência. Uma vez que sejam tecnicamente estimáveis, os registros de variações do patrimônio devem ser feitos. Os valores originais serão mantidos enquanto os componentes permanecerem como partes patrimoniais. As atualizações cambiais não representam novas análises, porém, apenas, ajustes de um valor orgânico. A receita considera realizar na transação com um terceiro, quando o mesmo efetuar os pagamentos.

>> Próximo - Que Conceito >>