Conceito de Chuva

Chuva

A chuva é dos fenômenos mais comuns do meio ambiente e ao mesmo tempo mais surpreendente dentro de sua simplicidade. Em termos científicos, a chuva não é nada mais do que a precipitação da água das nuvens para a terra. Esta queda de água é produzida a partir da condensação do vapor de água que se encontra dentro das nuvens e que, ao tornar-se mais pesado, cai na terra por efeito da gravidade. A chuva é sempre líquida, ou seja, sempre em estado líquido, embora às vezes esteja acompanhada de outros estados como o gasoso (por exemplo, com a neblina) ou sólido (com o granizo). A chuva, junto com a luz solar são essenciais para a vida no planeta Terra.

Quando o vapor da água se condensa, ele fica mais pesado e se torna mais frio. A chuva é cientificamente descrita como uma precipitação em forma de gotas aproximadamente com 0,5 mm de diâmetro. Quando estas gotas são menores, este fenômeno recebe o nome de garoa. Além disso, existe outro fenômeno relacionado com a chuva menos conhecido que se chama virga, que acontece quando a água em forma de gotas não chega à superfície terrestre por não ter força suficiente.

Além da explicação científica que existe para explicar o fenômeno da chuva, também é importante destacar que este fenômeno meteorológico pode realmente mudar para o bem ou para o mal a existência dos seres vivos, especialmente do ser humano. Isto ocorre porque a chuva é responsável pela irrigação natural do solo. Fenômenos como a seca ou a ausência de chuva podem causar estragos na terra e consequentemente no cultivo das plantações.

Entretanto, a chuva pode também ser prejudicial caso sua presença for abundante. As chuvas fortes (conhecidas como tempestades) podem causar grandes complicações como enchentes tanto em áreas urbanas ou rurais. Muitas vezes, a potência de uma chuva pode alterar de maneira permanente a paisagem ou o espaço físico.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Chuva