Conceito » Biodiversidade

Conceito de Biodiversidade




BiodiversidadeQuando falamos de biodiversidade, nos referimos as mais variadas formas de vida que podem desenvolver-se em um ambiente natural como plantas, animais, microrganismos e o material genético que os forma.

Esta diversidade em qualquer comunidade natural implica em um equilíbrio do ecossistema em questão porque cada espécie cumpre e desenvolve uma determinada função ecológica, por isso é que a perda da diversidade, como consequência da ação voluntária do homem através da contaminação, caça de espécies que se encontram em processo de extinção, entre outras questões, alarmam muito profundamente e preocupam àqueles defensores das mesmas e que não desejam fazer parte de um planeta devastado e desequilibrado pelas manobras e falta de consciência de alguns seres humanos.

Então, esta perda de espécies pelas razões que mencionamos significará uma menor regulação para o ecossistema. Será preciso então que o ser humano como espécie superior às mencionadas contribua ao equilibro e a sobrevivência destas porque são as que definitivamente o ajudarão a se autorregular.

Entre as recomendações mais destacadas, que podem ser citadas a respeito são: promover uma integração entre o desenvolvimento econômico e o ambiente, evitar a introdução de espécies exóticas se não foram recomendadas ou não foram estudadas previamente, propor projetos para defender as espécies ameaçadas, evitar técnicas que degradem os recursos naturais, uma boa política florestal e o mais importante: tomar e formar consciência a respeito da importância de cada espécie e da existência da diversidade biológica.

Mais uma leitura:

A biodiversidade, também conhecida como diversidade biológica, e o termo que trata de explicar a ampla variedade existente de seres vivos sobre o planeta Terra e os padrões naturais que forma esta variedade. De acordo com os estudiosos sobre o assunto a biodiversidade é consequência da evolução das espécies durante os bilhões de anos desde o nascimento do planeta, acunhada naturalmente de acordos com os processos da natureza e sem dúvida pela influência dos seres humanos. Nós, os seres humanos, somos parte integrante da biodiversidade e formamos parte de uma rede vital da biodiversidade.

É bastante frequente que o que se entenda sobre o termo biodiversidade tenha relação com a variedade ampla de animais, plantas e micro-organismos que existem sobre o planeta. Já se identificou um número de quase dois milhões de espécies e maioria delas são de criaturas muito pequenas, como por exemplo, os mais variados tipos de insetos. Os cientistas que estudam a matéria já reconheceram que realmente existem mais de treze milhões de espécies, porém, nos dias atuais se estima que podem variar entre três e cem milhões de acordo com os estudos realizados.

As diferenças genéticas entre as espécies são consideradas também como biodiversidade e entre estas estão as variedades de cultivo e as raças de animais. Os componentes vitais como o DNA, os genes e os cromossomas, dentro de cada espécie determinam a singularidade destas.

Outro aspecto que se adiciona sobre o conceito do termo, faz referência ao ecossistema. Os bosques, as florestas, os desertos, os pântanos, as lagoas, os rios e os mares, são exemplo que se podem empregar como biodiversidade.

As combinações de formas de vidas e as interações entre eles o meio em que vivem, fizeram do planeta Terra um ambiente habitável e único para todos os seres, incluindo o homem. A biodiversidade proporciona bens e serviços em grande quantidade para que a sobrevivência do planeta seja feita realidade.

Essa imensa variedade de serviços praticamente inadotáveis e insubstituíveis são os que proporcionam a biodiversidade no planeta no qual vivemos. Todos os seres dessa biodiversidade dependem uns dos outros e proporcionam um perfeito equilíbrio para a vida no planeta.

>> Próximo - Que Conceito >>