Conceito de Banco

BancoUm banco é uma instituição financeira que, por um lado, administra o dinheiro que seus clientes deixam em custódia, e por outro, utiliza este para emprestar a outros indivíduos ou empresas aplicando-lhes juros, o que consiste em uma das mais variadas formas de fazer negócio e aplicar dinheiro em seus cofres.

Entretanto, denomina-se "banca" ou sistema financeiro (termo tão comentado e em moda nestes últimos dias em consequência da instabilidade produzida pela crise surgida nos Estados Unidos em 2008 e sua repercussão refletida na Europa com o questionamento de um "Estado de bem-estar") ao conjunto de bancos que formam a economia de um país determinado.

Em relação à origem dos bancos, desde que o homem existe como um ser social que trabalha e adquire alimentos e bens para sobreviver, houve trocas destes últimos ou de moedas, segundo corresponde-se em época. Entretanto, não foi no século XV que fundou-se o primeiro banco, e sim em 1406, em Genova, Itália, batizado o Banco Di San Giorgio. Vale destacar que os antigos impérios europeus contavam com moedas de circulação elaboradas fundamentalmente em metais nobres, mas o papel moeda como hoje conhecemos, é um dos inventos asiáticos mais conhecidos do Ocidente, após as viagens de Marco Polo à China de tempos mongois.

Existem dois tipos de operações bancárias, as passivas e as ativas. As passivas, também conhecidas na linguagem interna como as de captação, são aquelas através das quais o banco recebe ou recolhe dinheiro diretamente das pessoas e que se fazem reais para o banco através dos depósitos bancários. Estes movimentos incluem as operações que se realizam de modo tangível ou virtual em contas correntes, poupanças e aplicações a longo prazo. As duas primeiras caracterizam-se por sua mobilidade, enquanto a última deve esperar a data de vencimento do prazo para tirar o dinheiro. Esta última facilita ao usuário ou ao cliente a possibilidade de contar com um determinado interesse sobre o capital original, que costuma ser maior em função do tempo em que cada indivíduo deixa esses fundos sob a estrutura do banco.

Em compensação, as operações ativas ou de colocação permitem localizar esse dinheiro que vem das passivas de novo em circulação na economia, através de empréstimos à pessoas físicas ou juridicas como antes consignávamos. Nesta categoria são incluídos tanto os denominados empréstimos pessoais como aqueles dirigidos a um financiamento de um imóvel, conhecidos como créditos hipotecários.

Além disso, as atividades dos bancos modernos atingiram o plano digital. Com a inovação que os caixas automáticos e os terminais de autoatendimento representaram nas últimas décadas, os sistemas de banco eletrônico (home banking) tornaram-se recursos que permitem aos usuários economizar tempo e evitar os atrasos decorrentes das múltiplas tarefas que efetuam os funcionários destas instituições. Mediante as plataformas digitais, os clientes de todo mundo podem administrar, trabalhar com suas contas, comprar moeda estrangeira, renovar ou modificar suas operações em longo prazo, transferir fundos, pagar impostos e serviços, e realizar variadas tarefas com um simples computador doméstico conectado à internet.

>> Próximo - Que Conceito >>


Para citar no seus trabalhos (Norma ABNT):

Banco. QueConceito. Sao Paulo.
Disponível em: < http://queconceito.com.br/banco >. Acesso em: [data-na-qual-o-artigo-foi-visto]

Relacionados Banco