Conceito de Analgésico

AnalgesicoOs analgésicos são medicamentos empregados para o tratamento de dores e podem ser de vários tipos farmacológicos.

Existem medicamentos que são simplesmente analgésicos, ou seja, seu único efeito é aliviar ou eliminar a dor. Mas há também outro grupo, os chamados AINE ou anti-inflamatórios não esteroides, que além de combater a inflamação são capazes de aliviar a dor.

Os analgésicos puros são o acetaminofeno ou paracetamol e a dipirona, estes medicamentos são capazes de aliviar a dor e a febre ao afetar a produção de certas substâncias conhecidas como prostaglandinas. São empregados no tratamento de dores de leve a moderada.

Os AINE incluem vários tipos de medicamentos como o ibuprofeno, diclofenac, ketorolac, ketoprofeno, meloxicam, piroxicam, lornoxicam, naproxeno, nimesulide, etc. São analgésicos mais potentes que o paracetamol, pois apresentam um efeito anti-inflamatório, entretanto, são capazes de produzir uma série de efeitos colaterais que devem ser usados sob vigilância sanitária. Estes efeitos incluem o desenvolvimento de reações alérgicas, gastrites, úlceras gástricas, alteração da função das plaquetas que afetam a coagulação do sangue originando hemorragias e afetando os rins.

Outro grupo de analgésicos constituem os medicamentos chamados opióides ou analgésicos narcóticos, estes são mais potentes e atuam no sistema nervoso, incluem fármacos como a morfina, codeína, tramadol, metadona, entre outros. Estes medicamentos são fornecidos apenas com receita médica, pois seu uso é delicado e está associado à presença de efeitos colaterais como prisão de ventre, retenção da urina, sedação, náuseas, vômitos, enjoos, distúrbios respiratórios e inclusive dependência física.

Sobre a escada analgésica OMS2, cada tipo de analgésico tem sua indicação particular e esta está baseada na intensidade da dor, em sua causa e nos antecedentes médicos do paciente. O uso dos analgésicos é regulado pela Organização Mundial de Saúde, este órgão possui um esquema conhecido como escada analgésica que serve de guia na hora de indicar este tipo de medicamento.

O tratamento da dor deve ser iniciado com medicamentos do tipo paracetamol e conforme a evolução do paciente deve-se tomar as doses certas e administrar a frequência até conseguir o efeito analgésico. Quando não se alcança o objetivo, sobe-se um degrau na escada e passa para o próximo grupo, ou ainda combinam vários medicamentos. Nos casos mais graves como a dor oncológica se recorrem aos medicamentos mais potentes, inclusive quando o paciente não tolera a via oral ou não pode engolir um remédio; aí são aplicados por outras vias como a subcutânea, intramuscular, intravenosa ou transdérmica através da aplicação de emplastos.

O objetivo é aliviar ou eliminar a dor para que o paciente possa recuperar ou ao menos melhorar sua qualidade de via, especialmente os pacientes com dor crônica. Neles o efeito analgésico é conseguido através de outro tipo de medicamento como os neuromoduladores, os antidepressivos e os anticonvulsivantes.

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Analgésico