Conceito de Alienação

alienacaoA alienação é um fenômeno a partir do qual a personalidade de um indivíduo é suprimida, isto é, despoja-se da mesma, passando a controlá-lo e anular seu livre arbítrio para a partir desse momento converte-lo em uma pessoa dependente dos interesses de quem o aliena, já seja outro indivíduo, uma organização, ou um governo, entre outras alternativas.

A alienação é um fenômeno não inato, ou seja, não se nasce com ele senão que se dispõe por outro ou pela mesma pessoa alienada a partir de mecanismos psicológicos.

Pode ser distinguido entre dois tipos de alienações, dependendo do nível em qual se produzem: individual ou social. No caso da primeira trata-se de uma alienação mental que normalmente se caracteriza pela anulação da personalidade individual. Nestes indivíduos persiste uma confusão à hora de racionalizar, há uma incoerência no pensamento, podendo aparecer sintomas alucinatórios. A pessoa que se encontra atravessando este estado é treinado, ou em seu defeito, auto-treina o seu subconsciente a partir de um processo mórbido intencionado no qual chega a crer em determinadas situações. Entre os casos mais severos deste tipo, pode ser desembocado em uma ausência completa das relações sociais e comportamento daninho e muito agressivo, já seja para consigo mesmo ou o meio.

E por outro lado, a alienação de tipo social encontra-se estreitamente vinculada à manipulação social, a manipulação política, a opressão e a anulação cultural. Neste caso, o indivíduo ou a comunidade, transformam a tal ponto sua consciência de maneira a convertê-la em contraditória com o que se espera normalmente deles.

Identificam-se quatro tipos bem definidos de alienação social: religiosa (persiste em uma resignação a um dogma determinado que logicamente frustrará o desenvolvimento individual), política (se consente com o silêncio à opressão e dominação de um governo), econômica (tanto os meios como os produtos que produz o próprio indivíduo o dominam) e consumista (somos escravos do que nos diz a publicidade, isto é, compramos unicamente o que ela nos diz, sem avaliar primeiro racionalmente a utilidade ou necessidade que temos do produto em questão. A felicidade passa somente por consumir o produto que a publicidade nos indica e não pelos benefícios que este nos pode reportar).

>> Próximo - Que Conceito >>


Relacionados Alienação